Roger Penske, o nosso Capitão!

Roger Penske, o nosso Capitão!

Roger Penske (Foto: AP Photo/AJ Mast)

Roger Penske (Foto: AP Photo/AJ Mast)

Oi pessoal, tudo bem?

Hoje eu quero falar do Team Penske. É verdade que não foi um ano com as conquistas que plenejamos para essa temporada, mas foi uma jornada de muita luta e, se os títulos escaparam em sua maioria, não foi por falta de esforço e dedicação e, principalmente, comprometimento com o nosso capitão Roger Penske.

Helio e Roger Penske (foto: Chris Jones)

Helio e Roger Penske (foto: Chris Jones)

Aqui na Penske acontece um negócio interessante. O grupo de piloto é formado por nove profissionais que defendem as cores do Team Penske nos quatro campeonatos que o time participa. Na IndyCar, somos o Will Power, Juan Pablo Montoya, Simon Pagenaud e eu. Na NASCAR são Joey Logano e Brad Keselowski na Sprint. Eles dois também correm na Xfinity, formando o trio com o Ryan Blaney. Lá na Austrália, onde tem o Team Penske no V8, correm o Marcos Ambrose e o Scott Pye.

Claro que cada um entra na pista para fazer o seu melhor e, como piloto, o seu objetivo é vencer o maior número de provas e o campeonato. Isso acontece comigo e com qualquer um, pois nas veias de quem vive o automobilismo corre um sangue que faz o coração pulsar de forma diferente e super competitiva.

Acontece que quem tem o privilégio de trabalhar com Roger Penske, o sentido de equipe fica mais aguçado. Ao lado desse desejo particular de ser o melhor, há aquela vontade verdadeira de ver Roger Penske feliz, de fazer com que ele tenha mais um título na sua vasta coleção de conquistas fabulosas.

Todos nós temos total liberdade de buscar o limite e fazer o melhor para si. Não tem essa de que A não pode ganhar de B. Mas quando chegamos naquele ponto em que precisamos unir nossas forças para fazer a Penske campeã, esse sentimento de união que a equipe tem faz com que o esforço coletivo coletivo aconteça naturalmente, sem que seja preciso impor limites para quem quer que seja.

Fizemos o possível na IndyCar e tenho certeza que as galeras da NASCAR e da V8 fizeram o mesmo.  O melhor resultado do ano foi o título de equipes na NASCAR Xfinity com as quatro vitórias do Joey e as outras quatro divididas em igual número pelo Brad e pelo Ryan. Mas se não houve títulos na demais categorias, o número de vitórias ficou em 18 no total.

Sem dúvida, foi um número importante de vitórias, mas o Team Penske pode ir muito mais além e o nosso capitão merece muito mais. É por isso que, desde já, todos estão trabalhando para 2016. Temos um compromisso com nós mesmos de avançar em relação ao que foi conquistado em 2015.

Para que esse objetivo seja alcançado, o trabalho terá de ser muito forte e melhor, mas ao mesmo tempo a motivação que já atinge a todos no time garante que, mais uma vez, vamos pra cima com tudo. Podem escrever aí: a temporada de 2016 vai ser demais!

É isso aí, pessoal, forte abraço e até semana que vem!

Nenhum comentário ainda.

Você precisa se registrar para deixar um comentário.