A importância de Mid-Ohio na decisão do título.

A importância de Mid-Ohio na decisão do título.

 

logo_coluna_helio-2Oi pessoal!

Já estou aqui em Mid-Ohio para a antepenúltima etapa do 2015 Verizon IndyCar Series. Sobre essa pista, quero dizer que gosto muito dela. Já fiz 12 corridas de Indy nesse oval e, dentre todas elas, obtive duas vitórias (2000 e 2001), fui 2º em 2008, fechei duas delas em 3º lugar (2007 e 2010) e garanti as poles em 2007 e 2008. Teremos duas sessões de treinos livres na sexta, mais treino livre e Qualifying no sábado e, no domingo, a corrida está marcada para as 15h00, no horário oficial de Brasília. Serão 90 voltas pelo circuito misto com pouco mais de 3.600 metros e 13 curvas.

O campeonato chega nessa fase final muito embolado e tudo realmente pode acontecer, pois ainda tem muita coisa em jogo. Estou muito otimista em relação ao final do campeonato, mesmo eu estando em 4º lugar na classificação e distante 54 do líder até aqui, o meu teammate Juan Pablo Montoya. Isso porque a dinâmica de pontuação da IndyCar é bem particular.

Se a gente levar na ponta do lápis os pilotos com chances de título, vai chegar a conclusão que nada menos do que 13 pilotos podem terminar a temporada como campeões. É claro que isso tem mais a ver com a matemática do que propriamente com chances reais, mas dá uma ideia de como é equilibrada a disputa na IndyCar. Não quero ser injusto, mas dificilmente será possível encontrar um campeonato com 13 caras em condições de título, mesmo faltando três corridas para completar o calendário. Essa é uma das características especiais da IndyCar, garantindo sempre decisões emocionantes.

Pra começar, ninguém zera numa prova da Indy e essa pontuação mínima tem variação, de acordo com o número de inscritos. Como temos tido 24 carros no grid, mesmo o último colocado leva seis pontos. Há também os bônus. Isso quer dizer que há um ponto para o vencedor do Qualifying, um ponto para quem liderar pelo menos uma volta e dois pontos para quem liderar o maior número de voltas. Isso faz com que, numa rodada de pontuação simples, o piloto pode atingir até 54 pontos. Só aí já são 108 pontos. Além disso, a etapa final, que será em Sonoma, terá pontuação dobrada, o que eleva para 212 o total ainda disponível.

Acho que é legal saber de tudo isso para que vocês possam acompanhar as finais por dentro de todos os detalhes. Já quanto a mim, eu não fico fazendo conta. Sei o que preciso fazer e sei do que sou capaz. Então, o negócio é acelerar e tirar o máximo proveito dessas três provas finais. Nesse sprint final, teremos corrida domingo agora, 2 de agosto, em Mid-Ohio, e nos dois fins de semana de agosto, respectivamente, Pocono 23 e Sonoma 30.

É isso aí, pessoal, vamos que vamos e até semana que vem!​

PRI_2015

Nenhum comentário ainda.

Você precisa se registrar para deixar um comentário.