De cabeça para baixo!

De cabeça para baixo!

Tudo bem aí, pessoal?

Estou super atrasado com a coluna desta semana e, por esse motivo, peço desculpas. Mas tenho certeza que vocês vão entender. É que, depois da minha 300ª corrida, no sábado, o domingo, dia do meu 40º aniversário, foi de trabalho nas garagens do Indianapolis Motor Speedway e na segunda, 11, começamos pra valer a preparação para a Indy 500 do dia 24 de maio. Andei pouco na segunda por causa da chuva, o que encurtou bastante o tempo de pista. Na terça, dia 12, andei bastante e fechei o dia como o mais rápido. E na quarta, como vocês sabem, vi o mundo de cabeça para baixo. Com tudo isso acontecendo, mais os inúmeros compromissos promocionais, acabei perdendo a hora de enviar a coluna. Mas o Castroneves não falha, então, espero que gostem da coluna desta semana.

Vou começar falando da corrida 300. Foi muito legal, apesar do acidente da primeira curva. Tive a chance de assumir a ponta naquela largada, mas um acidente acabou me jogando para 18º. O negócio, então, foi correr atrás do prejuízo e fazer uma corrida de recuperação. O 6º lugar acabou sendo um bom resultado, mas a direção de prova considerou que eu fui o culpado do acidente. Pode isso? Eu, realmente, não concordo, mas não vou nem me importar com isso. Estou focado na Indy 500 e não vou me aborrecer. Os caras me tiraram oito pontos no campeonato, mas eu continuo em 3º.

No domingo, dia 10, não teve atividade de pista, o que acabou sendo uma boa solução. No ano passado, nossos treinos para a Iundy 500 começaram já no domingo e os coitados dos mecânicos tiveram de virar a noite tranformando o carro do misto para o oval. Para esse ano eles tiveram pelo menos um dia menos corrido, já que os testes começaram na segunda. Mesmo assim fui lá dar uma força para os meu rapazes e, para minha alegria e surpresa, a equipe tinha preparado uma festa surpresa de aniversário para mim. Foi muito legal e ganhei um cartão prá lá de especial da Liz e do Will Power. Comemos bolo, demos risada e foi bem legal.

O acidente de ontem, com certeza, foi bem impressionante. O carro voou e capotou. Mas felizmente não tive ferimentos, fui liberado após exames no posto médico e ainda consegui dar algumas voltas no final do treino, com o carro reserva. Os membros da minha equipe são demais, trabalharam duro e foi muito bom terminar o dia consguindo o programa de testes. No domingo teremos a classificação para a definição do Pole Position e eu, mesmo tendo visto, durante a semana, o mundo de cabeça para baixo, vou com tudo para tentar mais uma Pole.

É isso aí, amigos. Prometo na semana que vem não atrasar, obrigado pelas mensagens em função do acidente e vamos que vamos!

Acelerando com Helio Castroneves

Estatísticas …

Ao longo das minhas 300 corridas, corri no Brasil sete vezes, três no Rio de Janeiro e as demais em São Paulo. Meu resultados não foram os esperados, confesso, mas espero poder voltar a correr no Brasil em breve. Até aqui, as marcas são essas:

1998 (RJ): Largada 11º, Resultado 23º

1999 (RJ): Largada 11º; Resultado Final 25º

2000 (RJ): Largada 7º; Resultado Final 24º

2010 (SP): Largada 9º; Resultado Final 9º

2011 (SP): Largada 7º; Resultado Final 21º

2012 (SP): Largada 18º; Resultado Final 4º

2013 (SP): Largada 18º; Resultado Final 13º

 

Foto da semana …

Teve bolo e tudo o mais na festa surpresa que o Team Penske fez para mim:

Foto: Américo Teixeira Jr.

Foto: Américo Teixeira Jr.

Rodapé

O Grid de Largada integra o grupo de veículos de comunicação, em língua portuguesa, que publica semanalmente a coluna do piloto de Fórmula Indy Helio Castroneves, sob licença da Castroneves Racing, Miami, USA. Todos os direitos reservados. Contatos: americo@heliocastroneves.com

coluna_helio_rodape

Nenhum comentário ainda.

Você precisa se registrar para deixar um comentário.