500 Milhas do Beto Carrero | O show dentro do show.

500 Milhas do Beto Carrero | O show dentro do show.

Equipe MZ Racing – Foto: Thais Nunes

Equipe MZ Racing (Foto: Thais Nunes)

Sob uma fraca garoa, não muito agradável para o litoral de Santa Catarina em pleno dezembro, por volta de dez horas deste sábado foi dada a largada – que por si só já é um espetáculo – para as 500 Milhas de Kart Beto Carrero.

Verdade que as atividades do fim de semana começam muitos dias antes, com a preparação de equipes e pilotos, mas, foi somente na sexta-feira, com o início dos treinos, é que sentimos na pele a grandeza do evento.É incrível como 53 pilotos, suas equipes, familiares e patrocinadores – isso sem contar as categorias que disputaram corrida na sexta – estão acomodados com total conforto dento das dependências do kartódromo. A sala de imprensa, impecavelmente organizada para receber jornalistas e fotógrafos de todo o país tem, desde café, até uma Ferrari em exposição, além de uma parede de vidro com vista total da pista, um belo press kit e o gentil convite de conhecer – gratuitamente – as instalações do parque Beto Carrero.

Sala de Imprensa - Foto: Thais Nunes

Sala de Imprensa (Foto: Thais Nunes)

Na sexta, as categorias Cadete, Shifter Senior, Shifter Graduados e Mini Max Rotax fizeram a festa dos expectadores, com total destaque para as crianças, que no pódio deram um banho de champanhe e muita alegria, enquanto pais fotografavam orgulhosos entre muitos beijos e abraços.

Os mecânicos são um show a parte. A seriedade do trabalho prestado aos pilotos se mistura com a alegria de fazer parte do automobilismo. Um festival de foto com promotoras de pista e celebridades mescla com a dura tarefa de manter o ritmo de trabalho até a meia-noite deste sábado. Debaixo de chuva e frio, eles correm para todos os lados carregando peças, corrigindo falhas e devolvendo os carros para a pista. A maioria dispensa guarda-chuva e não se importa com a lama no rosto.

Dr. Daniel Moraes - Foto: Thais Nunes

Dr. Daniel Moraes (Foto: Thais Nunes)

A previsão é de onze horas de prova. Acredito que alguns sucumbirão ao cansaço e não estarão no kartódromo quando a bandeira quadriculada anunciar o fim das mais de 600 voltas. Porém, a maioria ainda vai terminar a noite com o tradicional chopp e camarão na beira praia depois da corrida. Isso se o frio e a chuva der uma trégua e permitir um relax depois do pódio.

Bem que São Pedro poderia dar uma força, nossos pilotos merecem.

Thais Nunes | Grid de Largada

Nenhum comentário ainda.

Você precisa se registrar para deixar um comentário.