A Grande Final da categoria está marcada para o dia 13 de dezembro, no Autódromo de Interlagos, na capital paulista.

Ainda chateado com a punição por excesso de fumaça no treino classificatório em Curitiba, a qual considera completamente injusta, o paulista Fábio Fogaça, da equipe FF Motorsport/Quartzolit/ Brasilit/Kraucher, está na fase final de preparação para a Grande Final da Copa Truck. A última etapa do ano está marcada para o dia 13 de dezembro, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Fábio Fogaça adianta que seu Protótipo já foi completamente revisado e está terminando os reparos nas partes afetadas pelo acidente em Curitiba. “Vamos para a pista de Interlagos com boas expectativas, mas esperamos que os comissários tenham critério único para o treino classificatório e corrida. Em Curitiba, fui penalizado por excesso de fumaça no classificatório e nas corridas vários caminhões tinham fumaça e não foi aplicado o mesmo rigor. Se tivesse largado em 11º não teria me envolvido no acidente no fim do pelotão e assim poderia ter brigado pelas primeiras colocações”, frisa Fábio Fogaça.

Mas os problemas de Curitiba já são passado e Fábio Fogaça destaca a importância de fazer boas corridas em Interlagos, sua casa. “Será a última prova do ano e por isso será ótimo para todos os membros da equipe bons resultados como forma de motivação para o próximo ano”, acentua Fábio Fogaça.