A fase final da temporada terá duas etapas, quatro corridas, e o próximo desafio será no autódromo de Interlagos no dia 28 de novembro.

Faltando duas etapas para o final da temporada da GT Sprint Race Brasil, em Interlagos (28/11) e Curitiba (19/12), a disputa em cada uma das categorias tem sido empolgante. Na PRO, por exemplo, na qual estão reunidas algumas das feras do automobilismo nacional, a luta pelo título de 2020  promete ser acirrada e emocionante.  Os irmãos Rodrigo e Ricardo Sperafico, dos GTSR#23, lideram como 156 pontos, seguidos de perto por Thiago Camilo e Beto Cavaleiro, do GTSR# 17, com 136, Diego Ramos, GTSR#19, com 127,  em terceiro,  e Luciano Zangirolami, GTSR# 19, com 117, em quarto. Todos estão brigando diretamente pelo primeiro lugar da categoria.

Pelo que vem apresentando a GT Sprint Race Brasil, com provas técnicas em que se destaca pela habilidade e qualidade dos pilotos, as corridas finais não deverão ser diferentes. Além da competência, os participantes ainda terão de pensar na estratégia correta e ficar longe dos problemas para garantir os importante pontos.

Líder da categoria, Ricardo Sperafico destaca a oportunidade de correr esta temporada. “Está sendo um ano bem especial, em um ano de pandemia, apareceu essa oportunidade de correr à categoria. Até então está tudo certo no que colocamos como meta que era terminar as corridas e conforme o campeonato acontecesse mais experiência e os resultados estão acontecendo. Com esses carros novos que são muito prazerosos de guiar, bastante estável e potente, carro completo para quem gosta de um carro de competição”, diz.

Piloto da Stock Car, com duas conquistas na Corrida do Milhão, Thiago Camilo acredita que a dupla vem evoluindo a cada corrida. “A estratégia é sempre buscar o melhor desempenho entre a minha performance e do meu companheiro Beto Cavaleiro, estamos cada vez melhores no entendimento do carro e acredito que nas provas finais estaremos mais fortes. Tem sido um bom ano, conquistei poles e vitórias, algumas com grandes disputas pela ponta. Acredito que a categoria tem muito potencial de crescimento, já estou trabalhando na continuidade para 2021”, relata Thiago Camilo. “O carro da GT Sprint Race me surpreendeu principalmente em circuitos de alta velocidade. O carro tem uma boa pressão aerodinâmica e a sensação de velocidade nas curvas de alta é muito prazerosa”, destaca.

Terceiro colocado, Diego Ramos quer manter o foco. “Não temos muita estratégia, mas vamos nos concentrar no objetivo que traçamos para o ano, fazer um trabalho bem feito em Interlagos e somar o maior número de pontos para estar mais perto da liderança do campeonato com o olhar na última e, se tudo der certo, nós sairmos com esse título”, menciona o piloto. “Um ano de competição difícil por conta da pandemia, mas está dando para conciliar tudo certinho. A Sprint está de parabéns, só tenho elogios para a categoria, fez um carro incrível, que tem muito `grip`, mesmo tendo um pneu um pouco mais duro é muito gostoso de pilotar. Além disso, está muito bom, bem mais rápido em comparação com o que andei em 2018 está quatro segundos mais veloz”, completa.

“Agora, demos um salto grande no campeonato, a nossa distância até que não está tão longe dos primeiros, por isso, a meta agora é a vitória nas duas etapas que estão faltando. A experiência de guiar o GT SR para mim tem sido um privilégio de estar competindo na categoria, cada vez que vou para a pista é um sonho realizado, os carros ficaram lindos e estão super rápidos”, ressalta Luciano Zangirolami.

GT Sprint Race 2020 – O calendário está dividido em duas séries: o campeonato nacional propriamente dito, com seis etapas, todas no Brasil (Cascavel, Velocitta, Interlagos e Curitiba), e uma “Special Edition” (Goiânia e Londrina), com três provas. Da somatória dessas duas séries sairá o campeão da Overall nas suas respectivas categorias: PRO, PROAM e AM.

A GT Sprint Race é patrocinada pela Tekbond, Yokohama, Militec1, Sparco, TecPads, Injepro e -Fremax.

 

PROGRAMAÇÃO – ETAPA DE INTERLAGOS

 

Sexta-feira, 27 de novembro

08h35 às 09h15 – GTSR Treino oficial 1

12h25 às 13h05 – GTSR Treino oficial 2

16h45 às 16h55 – GTSR Treino classificatório CORRIDA 1

17h00 às 17h10 – GTSR Treino classificatório CORRIDA 2

 

Sábado, 28 de Novembro

07h40 às 07h55 – GTSR Shakedown organização

08h15 às 08h30 – BRIEFING

09h50 – GTSR Corrida 1 – Placa de 5 minutos

09h55 às 10h20 – GTSR Volta de apresentação + Corrida 1 (23 min + 1

volta)

10h30 – GTSR Cerimônia de entrega dos troféus

14h10 – GTSR Corrida 1 – Placa de 5 minutos

14h15 às 14h40 – GTSR Volta de apresentação + Corrida 2 (23 min + 1

volta)

14h45 – GTSR Cerimônia de entrega de troféus

19h30 – GTSR Desocupação geral do autódromo

Classificação do campeonato, após oito corridas:

 

PRO

1) #23 Rodrigo Sperafico e Ricardo, 156 pontos

2) #21 Thiago Camilo/Beto Cavaleiro, 136

3) #19 Diego Ramos, 127

4) #19 Luciano Zangirolami, 117

5) #77 Lucas Daleffe, 106

6) #82 Gerson Campos, 99

7) #17 Eduardo Trindade/Daniel Coutinho, 98

 

PROAM

1)  #11 Weldes Campos, 127 pontos

#30 Josimar Jr, 127

3) #01 Alex Seid/Marcelo Henriques, 116

4) #79 Kau Machado/Pedro Ebrahim, 109

5) #45 Léo Torres/Luis Debes, 108

6) #793 Adalberto Baptista, 95

7) #53 Enrico de Lucca/Danilo Ramalho, 64

8) #55 Vinny Azevedo, 28

 

AM

1) #44 Luiz Arruda, 141 pontos

2) #85 Eduardo Menossi/Marcelo Brisac, 121

3) #44 Pedro Costa, 116

4) #55 Walter Lester, 105

5) #33 Bruno Campos, 104

6) #88 Paulo Borges, 102

7) #07 Pedro Bezerra, 80

8) #55 Caê Coelho, 71

9) #27 Edison Cortez, 64

10) #27 Guto Negrão, 25

 

CALENDÁRIO – GT SPRINT RACE 2020

1º/08 – Cascavel/ PR (#GrandOpening)

29/08 – Mogi Guaçu/SP

20/09 – Goiânia/GO (#Special Edition)

08/10 – Curitiba/PR (#SuperPole)

11/10 – Curitiba/PR

1º/11 – Londrina/PR – Special Edition

28/11 – Interlagos/ SP (#SetUpFree)

19/12 – Curitiba/PR (#MatchPoint)