Após toque, que o tirou da pista e impediu a merecida vitória em Petit Le Mans, brasileiro luta para reduzir diferença de 12 pontos para os líderes nas duas provas finais.

O brasileiro Pipo Derani disputa neste domingo (1) a oitava e penúltima etapa do IMSA WeatherTech SportsCar Championship. O desafio será no circuito de Laguna Seca, na Califórnia (EUA), pista em que Derani já venceu em 2018 e foi ao pódio no ano passado, com um terceiro lugar.

Ao lado do companheiro Felipe Nasr, Derani estará a bordo do #31 Whelen Engineering Cadillac DPi-V.R da equipe Action Express Racing e vai para o “tudo ou nada” no circuito de 3,6 km e 11 curvas, dentre elas a famosa curva do “Saca-Rolhas”.

Na última etapa, as 10 Horas de Petit Le Mans, Derani liderava a 12 minutos do final, quando levou um toque do #7 Acura e saiu da pista, perdendo uma merecida vitória no circuito de Road Atlanta e a possível liderança do campeonato. O brasileiro ainda conseguiu voltar e completar a prova em quinto lugar.

Com quatro pódios na temporada, sendo uma vitória em Sebring, Derani está tem terceiro na tabela, a 12 pontos dos líderes Renger van der Zande e Ryan Briscoe.

“Estamos definitivamente confiantes para a próxima corrida”, declarou Derani. “Deveríamos estar na liderança do campeonato. Mas, infelizmente, com o resultado da última corrida em Road Atlanta, vamos para as duas provas finais com 12 pontos de desvantagem. Isso significa que vamos para o tudo ou nada, porque não há nada a perder”, explicou o brasileiro de 27 anos.

“Eu venci em Laguna em 2018 e gosto muito do circuito, que tem muitas curvas interessantes, especialmente a curva do ‘Saca-Rolhas’”, lembrou.

“Acredito que teremos um bom carro. Mas, definitivamente, não tão rápido quanto os Acura. Mas acho que teremos um bom ritmo, como no ano passado. Como sempre, iremos com o objetivo de vencer e fazer o nosso melhor”, finalizou Derani.

Os pilotos terão dois dias de atividades em Laguna Seca. No sábado (31), acontecem duas sessões de treinos livres. No domingo (1), o classificatório será às 13h20 (de Brasília) e a corrida às 17h05 (de Brasília), com 2h40 de disputas.