Pietro Rimbano e Felipe Baptista fizeram 1-2 na segunda prova de Londrina.

Terminou neste domingo (13) a terceira rodada do Campeonato da Stock Light. No Autódromo Ayrton Senna, em Londrina – PR, pilotos e equipes da única categoria de acesso à Stock Car mostraram suas habilidades num dia que concluiu o fim de semana de muito calor com um resultado excepcional para a KTF Sports.

Após vencer a primeira prova do fim de semana, no sábado, Pietro Rimbano teve de largar da décima posição na manhã de domingo. Felipe Baptista partiu do quinto lugar, Lucas Kohl de terceiro e Pedro Ferro, que não completou a prova de sábado, partiu da 15ª posição.

Diferente do que fez em Interlagos, quando pulou ainda na primeira volta para o quarto lugar, Pietro Rimbano fez uma largada conservadora pensando, sobretudo, no Campeonato. Baptista, por sua vez, posicionou-se pela parte interna do circuito e completou a primeira volta na segunda posição. A esta altura Kohl caia para o quarto lugar e Pedro Ferro tentava encontrar espaço para sua recuperação. Após a formação de um único pelotão todos os carros seguiram muito velozes. A partir da segunda volta Rimbano, que gastara apenas dois push-to-pass na corrida de sábado, começou o seu ataque. Com um equipamento perfeitamente ajustado o jovem paulista foi recuperando as posições uma a uma. Com seis voltas Pietro já era o quinto na corrida. A esta altura Baptista também acelerava muito lá na frente até que, no oitavo giro, assumiu a liderança. Ferro, após um enrosco com um adversário, caiu para a última posição. Kohl, após ter vivenciado problemas nos treinos, foi se adaptando ao traçado na corrida propriamente dita. Assim, o piloto de Santa Cruz do Sul evoluiu bastante nos tempos de volta e concluiu a corrida em 11º, seguido por Ferro, que cruzou a linha de chegada na 12ª posição.

Lá na frente do pelotão, contudo, as coisas esquentaram mesmo à partir da 12ª volta. Nesta altura da prova Rimbano assumiu a segunda posição e partiu para o ataque sobre Felipe Baptista, seu companheiro de equipe. Diferente do que acontece na F-1 a equipe deixou a briga completamente aberta com cada piloto tendo a orientação exclusiva de seu engenheiro, via rádio. Ao volante do carro #85 Baptista tentou frear a impressionante recuperação de Pietro, porém, na 18ª volta, Rimbano conseguiu superar o concorrente e assumir a liderança. Baptista não se abalou e, numa manobra arrojada, no “S” de baixa, conseguiu reassumir a ponta da corrida. Com os dois carros da KTF colados e disputando cada metro do circuito Rimbano assumiu o ataque novamente e, em uma manobra arrojada, no fim da reta oposta, reassumiu a liderança para não mais perdê-la até o fim da prova. Baptista cruzou a linha em segundo.

“Estou muito feliz mesmo com o resultado que conseguimos conquistar aqui em Londrina. Precisava disso para me manter com chances na luta pelo Campeonato e nada melhor que duas vitórias para levantar o ânimo e seguirmos firmes até o fim do ano. Agradeço muito à KTF pelo foguete que me entregou aqui”, comentou Pietro.

Baptista, por sua vez, reclamou da falta de potência. “Desde os treinos da sexta-feira notamos que o meu carro tinha potência um pouco menor. Coisa pequena, mas, que faz a diferença na hora de definir um vencedor. Eu fiz o meu máximo, como quase não gastei push no sábado, usei deste artifício para ganhar posições e me manter na liderança enquanto deu. Parabenizo ao Pi pelo fim de semana perfeito e agradeço ao empenho de toda a equipe para nos deixar brigando lá na frente”, comentou o piloto que assumiu a vice-liderança no Campeonato de Rookies.