Maior vencedor do grid da Stock Car em Interlagos com sete vitórias, Cacá Bueno sonha com triunfo inédito na Corrida do Milhão com a equipe iCarros-ACDelco Crown Racing.

A Stock Car realizará duas etapas consecutivas marcadas por muitas novidades em Interlagos: um inédito formato de provas seguidas distribuindo 60 pontos, um sistema novo de lastro de sucesso e a Corrida do Milhão Solidária: o prêmio de 1 milhão de reais será destinado para ajudar as vítimas da pandemia do novo coronavírus, com os patrocinadores fazendo doações neste valor.

A programação de corridas começa no no sábado, com uma prova valendo 30 pontos, e outra no domingo, valendo como a Corrida do Milhão. Piloto do atual grid que mais venceu em Interlagos na categoria com sete triunfos, Cacá Bueno destaca o formato inédito, já que renderá 60 pontos. Esta pontuação só é distribuída na final com pontos dobrados e, ao contrário da rodada dupla tradicional, haverá duas sessões classificatórias distintas para as corridas de sábado e domingo.

“Com certeza é um desejo que ainda tenho na Stock Car vencer a Corrida do Milhão e vamos em busca desta vitória neste ano, ainda mais especial por ser uma prova solidária, que o prêmio vai ser destinado a quem mais precisa de ajuda nesta pandemia. Ao mesmo tempo, também será importante neste final de semana em Interlagos o foco no campeonato, porque serão 60 pontos em jogo e o campeonato de 2020 será bem mais intenso, concentrado no segundo semestre, então toda etapa já é decisiva”, diz Cacá, que venceu em Interlagos nas temporadas 2004, 2005, 2006 (duas vezes), 2011, 2012 e 2013 da Stock Car. Ele também é o recordista de títulos da Stock Car em atividade – com cinco campeonatos.

Com 29 pontos conquistados na rodada dupla de abertura em Goiânia, o piloto da equipe iCarros-ACDelco Crown Racing é o sexto colocado na tabela de pontos, apenas nove pontos atrás do líder. O formato da etapa deste final de semana prevê ainda um classificatório sábado para a corrida do mesmo dia e a definição do grid da Corrida do Milhão no domingo, poucas horas antes da largada.

“É um jogo de xadrez porque o piloto precisa desenvolver ao máximo o carro no treino e ao mesmo tempo não pode passar do limite porque logo depois vem a corrida. Foi mais ou menos assim neste mês em Berlim com corridas juntas e cada uma delas com treino classificatório independente, ou seja, sem o resultado da corrida anterior valer o grid, o que tornou a dinâmica das provas muito interessante”, diz Cacá, que conquistou duas vitórias e sete pódios consecutivos nas últimas semanas na Alemanha.

Outra novidade em Interlagos é a estreia do “lastro de sucesso” na prova de sábado. Os cinco primeiros colocados levarão peso extra: 30 quilos para o primeiro, 25 para o segundo, 20 para o terceiro, 15 para o quarto e 10 para o quinto. Em sexto no campeonato, Cacá Bueno será o primeiro entre os melhores do campeonato a não usar lastro. O sistema não valerá na Corrida do Milhão.

Assim como na etapa de abertura, em Goiânia, todos os pilotos, equipes e profissionais envolvidos na organização seguirão um rígido protocolo de segurança, com a apresentação de testes negativos para RT-PCR, uso obrigatório de máscara, distanciamento social etc. Também por conta da pandemia, a entrada de público segue proibida.

A prova deste sábado está programada para às 11h da manhã, com transmissão ao vivo dos canais SporTV, e a Corrida do Milhão, no domingo, será exibida ao vivo na TV Globo a partir das 10h da manhã. As duas provas terão o formato de 40 minutos mais uma volta.