Igor Fraga (Foto: Divulgação)

Igor Fraga (Foto: Divulgação)

Em sua estreia Igor foi destaque na matéria do site da FIA: “manobras deslumbrantes”.

O problema elétrico-eletrônico ocorrido durante a classificação de sexta-feira se provou um estímulo a mais para o brasileiro Igor Fraga, que estreia na Áustria neste final de semana na Fórmula 3 FIA, principal campeonato da modalidade no mundo e vitrine para os times de Fórmula 1.

Mesmo largando do 30º e último lugar, já que ontem não pôde fazer suas voltas rápidas nas tomadas de tempo, o jovem mineiro realizou uma intensa corrida de recuperação, conquistando nada menos que 14 posições, sendo o piloto que mais ultrapassagens durante a prova, terminando a corrida na 16ª posição. O mineiro foi ainda o melhor dos três competidores inscritos pela equipe checa Charoux Racing System no campeonato. Tudo isso foi notado pelo site oficial da FIA, que também abriga o conteúdo da Fórmula 1. “Igor Fraga chamou a atenção em sua estreia na F-3. O brasileiro saiu do fundo do grid, mas escalou até a 16ª posição com uma série de manobras deslumbrantes”, informa o site em uma reportagem que se fixou basicamente nos principais protagonistas da corrida. A vitória na corrida foi do australiano Oscar Piastri, que compete pela equipe italiana Prema Racing, time que foi dominante na temporada 2019.

Logo na largada, Igor ganhou várias posições e terminou a primeira volta já tendo superado nove competidores. O forte início, no entanto, não o isentou de batalhas bastante difíceis. “Na primeira volta eu fiz duas tentativas de ultrapassagem que deram resultado”, relata ele. “A primeira foi na curva um. Após a largada enxerguei um traçado e me joguei, tentando sair da confusão toda ileso, e acabei passando seis carros. Logo depois, na curva três, repeti a estratégia. E terminei a primeira volta nove posições mais na frente”, detalha o piloto, que é bicampeão mundial de automobilismo virtual e tem sua temporada na Fórmula 3 FIA patrocinada pelo jogo Gran Turismo.

Daí para a frente, Fraga continuou batalhando por posições, mas sempre com as dificuldades inerentes ao fato de ter largado em 30º e último no grid. “Todo mundo lá atrás está tentando escalar o pelotão, então todos andam de forma agressiva desde o início e por isso os pneus vão desgastando mais rápido”, resume ele. “Mas eu tentei manter o foco e buscar ultrapassagens mais seguras. A partir do momento em que liberam o DRS, a coisa fica mais complicada e acabam se formando alguns trenzinhos, e ultrapassar muitas vezes é mais complicado. Mesmo assim ainda subi para 16º, brigando pelo 15º lugar. Com carros teoricamente iguais, acho que tivemos um bom final de semana, apesar dos imprevistos”, finaliza o brasileiro, que também faz sua estreia como piloto do programa de desenvolvimentos de jovens talentos da equipe Red Bull de Fórmula 1.

A rodada dupla da Áustria será completada com a etapa realizada neste domingo, a partir das 4h45 (de Brasília). Resultado da primeira etapa da Fórmula 3 FIA neste sábado, na Áustria:

1) Oscar Piastri (Austrália, equipe Prema Racing), 24 voltas em 32min53s331, média de 188,828 km/h

2) Logan Sargeant (EUA, Prema Racing)

3) Alen Peroni (Austrália, Campos Racing)

4) Frederik Vesti (Dinamarca, Prema Racing)

5) Lirim Zendeli (Alemanha, Trident)

6) Liam Lawson (Austrália, Hitech Grand Prix)

7) David Beckmann (Alemanha, Trident)

8) Richard Verschoor (Holanda, MP Motorsport)

9) Alexander Smolyar (Rússia, ART Grand Prix)

10) Clément Novalak (Inglaterra, Carlin Buzz Racing)

11) Bent Viscaal (Holanda, MP Motorsport)

12) Max Fewtrell (Inglaterra, Hitech Grand Prix)