Tavares, representante do carro Lego virtual conquista o terceiro lugar na primeira largada, vence a segunda prova do dia e lidera o campeonato.

O Porsche Esports Carrera Cup começou em grande estilo, como era de se esperar. Depois de duas corridas de tirar o folego, ficou claro que o campeonato será de alto nível durante todas as etapas de 2020.

Único representante brasileiro no Porsche TAG Heuer Esports Supercup, Jeff Giassi mostrou todo o conhecimento adquirido com o carro e garantiu a pole-position logo na primeira corrida do dia. Giassi foi absoluto durante a primeira bateria, o catarinense liderou a prova de ponta a ponta, triunfando com direito a “Grand Chelem”.

Erick Goldner fez jus ao patrocínio da Shell em seu carro, o piloto que conquistou a vaga no programa de Esports da principal apoiadora dos esportes a motor no Brasil em corrida das estrelas da Porsche Cup e mostrou que seu posto na academia não foi por acaso. Recebeu a bandeirada em segundo, a menos de um segundo de Giassi.

Luiz Felipe Tavares, correndo com o layout do carro Lego, idêntico ao carro real de Rodrigo Mello na Porsche Cup, deixou claro porque foi um dos destaques da corrida das estrelas. Ele mostrou performance para brigar no topo do campeonato, tendo um ótimo entendimento do setup do Porsche 911 GT3 Cup.

A segunda bateria contou com a inversão das 10 primeiras posições do grid. Neto Nascimento saiu da posição de honra na segunda prova do dia. Destaque novamente para Tavares, que em duas voltas já figurava nas primeiras posições. Foram quatro ultrapassagens para ele na largada. Outro que largou bem foi Jeff Giassi, que também conquistou quatro posições após a bandeirada inicial.

O pelotão veio compacto, com nove carros separados por menos de 3s nas voltas iniciais.

Dois postulantes à vitória foram envolvidos em contatos causados pela proximidade em que os ponteiros estavam andando. Tanto Giassi quanto Goldner perderam terreno como consequência dos toques. Luis Felipe Tavares aproveitou e fez uma corrida segura para garantir a vitória na segunda bateria do dia.

Tavares, que conseguiu pódio nas duas provas da etapa é o líder geral depois de uma etapa com 66 pontos. Rodrigo Baronio é segundo (53), com Giassi em terceiro (52).

Na próxima quarta-feira (01/07) o maior programa de automobilismo virtual do Brasil volta à Interlagos para a abertura da Sprint Challenge, categoria na qual os pilotos correrão com o Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport.

A expectativa para a abertura da Sprint Challenge é de muita disputa, já que os 40 classificados ficaram separados por impressionantes 0.4s entre eles na fase eliminatória.

As corridas

O pole position Jeff Giassi liderou desde o início da prova, mas em momento algum o representante brasileiro no Porsche TAG Heuer Esports Supercup teve vida fácil. Durante a primeira metade de corrida ele conseguiu abrir diferença de cerca de 1s para Erick Goldner, que largando em p3, assumiu a segunda posição logo no início.

A segunda metade da corrida foi mais movimentada na parte da frente do pelotão. A diferença entre Giassi e Goldner caiu para menos de 1s.

Tavares, que havia largado na quarta posição, mas já figurava em p3, se aproximou dos dois ponteiros e colocou fogo na briga pela liderança. Gustavo Ariel, que largou na primeira fila, terminou a corrida em quarto lugar. O piloto era o que andava mais rápido nos instantes finais da prova.

O top-5 da primeira corrida ficou com Jeff Giassi, Erick Goldner, Luis Felipe Tavares, Gustavo Ariel e Rodrigo Baronio.

Grid invertido para a segunda bateria do dia e Neto Nascimento saiu da posição de honra e conseguiu sustentar a primeira posição. Tavares e Giassi fizeram boas largadas, conquistando quatro posições cada. Eles eram quarto e sexto respectivamente.

Os nove primeiros colocados andavam com diferença menor do que 3s, nesse momento da corrida, Tavares já era terceiro colocado, tendo assumido o lugar que antes pertencia a Marcio Campos.

Antes da metade da prova, Tavares assumiu a liderança de Neto Nascimento e Jeff Giassi se colocou na briga pela ponta do pelotão. Neto era segundo e Eduardo Borgert o terceiro.

Toque entre Borgert e Giassi na parte mista de Interlagos, os dois pilotos disputavam a terceira colocação quando tocaram os carros. Giassi levou a pior e rodou. Quem aproveitou o incidente foi Neto Nascimento que reassumiu a vice-liderança da prova. Baronio assumia a terceira colocação.

Pouco a frente, tentando se recuperar na prova, Giassi e Goldner se tocaram na freada do S do Senna e comprometeu a corrida dos dois mais bem colocados da primeira bateria. Goldner se chocou com outro carro que vinha em seu traçado normal ao voltar para a pista.

Com menos de 10 minutos para o fim da corrida, Felipe Baptista é punido com um drive thru e despencou de quinto para 23º. Borgert agradeceu e assumiu a última vaga do top-5.

Com menos de cinco minutos para o término da corrida, Gustavo Ariel tentou o mergulho no fim da reta contra Eduardo Borgert. O piloto defendeu bem sua posição. Eles andaram emparelhados até o laranjinha, mas Ariel não conseguiu concretizar a manobra.

Tavares vence a segunda corrida e fecha a primeira etapa como maior pontuador. Neto Nascimento terminou em segundo e Rodrigo Baronio cruzou a linha em terceiro. Completaram o top-5 Daniel Machado e Eduardo Borgert.

Destaque positivo da corrida foi Edson Coelho, largando em 40º o piloto ganhou nada menos que 31 posições para fechar a corrida em 9º lugar.

 

Resultados

Corrida 1 (top10):

Jeff Giassi
Erick Goldner
Luis Felipe Tavares
Gustavo Ariel
Rodrigo Baronio
Márcio Campos
Daniel Machado
Renan Azeredo
Eduardo Borgert
Neto Nascimento
Corrida 2 (top10):

Luiz Felipe Tavares
Neto Nascimento
Rodrigo Baronio
Daniel Machado
Eduardo Borgert
Victor Veloso
Bruno Risseto
Marcos Furriel
Edson Coelho
Matheus Machado
Campeonato (top10):

Luiz Felipe Tavares – 66 pontos
Rodrigo Baronio – 53
Jeff Giassi – 52
Daniel Machado – 47
Neto Nascimento – 46
Erick Goldner – 45
Gustavo Ariel – 42
Eduardo Borgert – 41
Marcos Furriel – 32
Victor Veloso – 31
 

O que eles disseram:

“Sem palavras para descrever o que eu estou sentindo! Fiquei um pouco chateado com meu quali, mas acreditei muito no meu potencial e no meu pace. Infelizmente a primeira corrida acabou quando eu estava chegando no Goldner.

A segunda corrida eu sabia que seria mais interessante, o grid invertido proporciona isso. Deu tudo certo, não tenho nem palavras para expressar o que eu estou sentindo.”

Luiz Felipe Tavares

 

“Feliz demais com o resultado! Estava segurando uma galera muito boa ali na bateria. Um errinho no quali me fez largar fora do top10 na primeira, mas fiz uma boa corrida, que me garantiu a pole no grid invertido.

Muito bom brigar pela vitória com o Tavares, o garoto tem evoluído muito nos últimos eventos.”

Neto Nascimento

 

“Fazia tempo que não conseguia um pódio, uma satisfação conseguir esse p3. Não estava acertando boas provas em Interlagos, meu objetivo era conseguir ficar entre os 10 primeiros para estar bem colocado para a sequência do campeonato.”

Rodrigo Baronio

 

“Muito feliz com o resultado na primeira bateria! Consegui tanto a pole quanto a vitória, fiquei contente com o resultado dos treinos. Treinos que foram curtos para essa etapa, no sábado eu corri em Le Mans pelo mundial da Porsche Cup, então foi bem curto esse período de preparação para a abertura do campeonato. “

Jeff Giassi

 

“Na primeira bateria fiquei bem satisfeito com o resultado, principalmente por conseguir acompanhar o ritmo que o Jeff imprimiu. O carro é relativamente novo para mim, e andar junto com o cara que está acostumado com esse carro me deixou muito feliz. Tenho muito para evoluir ainda nesse campeonato e no entendimento do carro.”

Erick Goldner