Lucas Foresti (Foto: Duda Bairros)

Lucas Foresti (Foto: Duda Bairros)

Atividades marcaram o primeiro contato do piloto da Vogel Motorsport com o novo carro da categoria.

Após seis meses de hiato, os pilotos da Stock Car começam a ter os primeiros contatos com o novo carro da categoria. Em sessões de treinos realizadas com apenas três equipes, divididas em quatro dias de atividades e autódromos diferentes, os times da principal categoria do automobilismo brasileiro puderam enfim começar os trabalhos para a temporada 2020. O brasiliense Lucas Foresti treinou em Curitiba, na última segunda-feira, e espera poder disputar a primeira etapa do ano o mais rápido possível.

“É ótimo poder voltar a acelerar um Stock Car depois de tanto tempo. Foi um treino reduzido, com três equipes apenas e três sessões para cada piloto, mas foi muito importante para termos o primeiro contato com o novo carro na pista. Além disso, pude voltar a acelerar em Curitiba, que é uma pista que me agrada muito e foi onde venci minha primeira corrida na Stock Car”, comenta o piloto da Vogel Motorsport.

“Temos que respeitar as medidas de distanciamento e os padrões de segurança, mas todos estamos ansiosos para o início das corridas. Espero que possamos já acelerar no início de julho, mas com todo cuidado”, acrescenta Foresti.

Após 11 anos, a categoria estreia agora um novo carro, mais próximo dos modelos de rua. Além disso a Toyota se junta a Chevrolet e passa a fazer parte do grid em 2020. Foresti segue utilizado o modelo Cruze. “O carro é bem diferente do que utilizamos até o ano passado. Ele é mais pesado e com reações um pouco diferentes do modelo anterior. Mas acho que não haverá dificuldade de adaptação para os pilotos”, finaliza o competidor.

O calendário da Stock Car ainda não foi oficializado, mas a previsão é de que a primeira etapa do ano aconteça no dia 5 de julho.