O Campeonato Mundial de Fórmula E da ABB FIA começará sua próxima temporada no dia 16 de janeiro em Santiago do Chile e continuará em fevereiro na Cidade do México.

Esta semana foi confirmado que a sexta temporada da Fórmula E será concluída em agosto, com seis corridas ao longo de nove dias no aeroporto Tempelhof, em Berlim. Nesta sexta-feira foi lançado o próximo cronograma da série elétrica, que será o primeiro campeonato mundial para a categoria.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) divulgou o cronograma provisório da temporada 2020/21 do Campeonato Mundial de Fórmula E da ABB FIA logo da aprovação do Conselho Mundial de Automobilismo.

Após a abertura da temporada no pitoresco Parque O’Higgins, em Santiago, a série se muda para a Cidade do México em 13 de fevereiro, sendo a sexta corrida no Autódromo Hermanos Rodríguez.

De lá, o campeonato viaja diretamente para a Arábia Saudita para outra rodada dupla em Ad Diriyah (26 e 27 de fevereiro) e depois para Sanya, China (13 de março), antes de retornar à Europa para competir em Roma (10 de abril) ) e Paris (24 de abril). Em seguida, a Fórmula E retornará às famosas ruas de Mônaco no dia 8 de maio.

A categoria partirá para Seul, na Coréia do Sul, pela primeira vez em 23 de maio e também está prevista para uma rodada no dia 5 de junho, com um cenário ainda a ser confirmado.

Mais tarde, a série volta ao Velho Continente, mais precisamente à Alemanha, em 19 de junho, para competir em Berlim, que se tornará a única cidade que organizou um E-Prix nas sete temporadas históricas da Fórmula E.

O campeonato será concluído em grande estilo com uma corrida em Nova York, nos Estados Unidos, em 10 de julho, seguida por uma rodada dupla em Londres, Inglaterra, em 24 e 25 de julho.