Corridas da GT3 ficam nas mãos de Urubatan Jr e Nelson Marcondes.

A temporada que celebra os 15 anos da Porsche Cup foi aberta em Interlagos com uma formidável apresentação do maior campeão com os carros de competição mais produzidos no planeta e mais três vencedores inéditos.
Miguel Paludo foi o destaque da Carrera Cup, vencendo com um “Grand Chelem” a corrida 1 e terminando a segunda prova em terceiro lugar. Com os resultados, o piloto da máquina #7 da Brandt largou na liderança do campeonato -empatado em pontos com Enzo Elias.
A segunda prova da Carrera Cup marcou a primeira vitória de Alceu Feldmann na categoria. O competidor do carro #100 foi preciso na largada, assumiu a dianteira e seguiu inabalável até a bandeirada.
Na GT3 Cup, categoria que compete com os carros de motor 3.8 litros, o evento conheceu dois novos vencedores depois de pegas fantásticos durante as duas provas. Urubatan Junior prevaleceu com o carro #1 na bateria de abertura do evento. E Nelson Marcondes conquistou a vitória na corrida 2, tanto no geral quanto na classe de entrada (Sport). Foi a corrida mais movimentada do dia, com cinco concorrentes brigando pelo troféu de primeiro lugar durante a volta final.
Já a classe 4.0 Sport teve vencedores bem conhecidos do público da Porsche Cup. Rodrigo Mello, com seu novo layout inspirado nos brinquedos Lego, venceu a primeira e vinha bem posicionado para repetir na segunda corrida com o carro #29, quando foi tocado por outro competidor. Rodolfo Toni aproveitou a confusão para assumir a dianteira e levar o carro na frente para a bandeirada, depois de belas disputas com Maurizio Billi e Fran Lara.
Em atenção às recomendações das autoridades municipais e do Estado de SP no sentido de prevenir a disseminação do coronavírus, excepcionalmente, a etapa de Interlagos foi realizada com portões fechados e restrição à entrada de convidados. A próxima reunião da Porsche Cup está marcada para Goiânia nos dias 17 e 18 de abril, mas a organização monitora a evolução da pandemia global e seus efeitos para, em conjunto com as autoridades locais, determinar a realização da etapa.

As corridas
Carrera Cup
Corrida 1
Com uma largada limpa e segura, Paludo manteve a ponta à frente de Elias, Kaesemodel, Neugebauer (com o carro reserva) e Feldmann. Mais atrás, Toni ficou ao contrário da Descida do Lago e caiu para a última posição no geral. Na classe Sport, Ziemkiewicz segurou a liderança à frente de Mello, Lara e Billi.
Na terceira volta, Müller passou Baptista por fora na Descida do Lago para ficar em sexto, enquanto Aguiar esperava a sobra dessa disputa. Logo depois, JP Mauro passou Seripieri para assumir a décima colocação.
Com dez minutos de corrida, Paludo mantinha uma vantagem que variava entre 1s0 e 1s2 sobre Elias, que por sua vez já conseguia manter Kaesemodel à distância. Naquele momento da prova, a grande disputa entre era Boesel e Pedro Aguiar pela nona posição – na oitava volta, Boesel assumiu a posição na Descida do Lago.
Na Sport, Ziemkievicz seguia como primeiro colocado, em 12º no geral. Este conseguia se manter com tranquilidade à frente de Fran Lara, que sofria a pressão de Mello. A 17 minutos da bandeirada, Baptista recolheu o carro para a área de escape, o que rendeu posições a Boesel, Aguiar, JP Mauro e Seripieri no top10.
A 14 minutos da bandeirada, Rouman Ziemkievicz saiu da pista na Curva do Sol e bateu na barreira de pneus, danificando a dianteira do carro. Isso deu a liderança na classe Sport a Mello, que tinha passado por Lara – este ainda caiu para terceiro, atrás de Billi.
Depois da metade da prova, esquentou a briga entre Feldmann e Marçal Müller pelo quinto lugar, enquanto Neugebauer passou por Kaesemodel na disputa pela terceira colocação. A oito minutos do fim, Seripieri atacou Aguiar na briga da oitava posição.
Seripieri tomou a posição, e Mauro aproveitou o embalo para também passar Aguiar. Logo depois, Müller teve um pneu furado e ficou lento na pista, dando o sexto lugar a Boesel, e as demais posições no top10 geral a Seripieri, JP Mauro, Aguiar e Mello.
Nos minutos finais, Mello e Billi travaram disputa intensa pela primeira posição na Sport. Rodrigo manteve a liderança até a bandeirada e venceu na classe, enquanto Billi, Toni, Lara e Ziemkiewicz completaram o pódio.
Na ponta, Paludo tinha grande vantagem sobre Elias e conquistou com autoridade a primeira vitória da temporada, fazendo o Grand Chelem (pole, vitória de ponta a ponta com a melhor volta). O pentacampeão foi seguido por Elias, Neugebauer, Kaesemodel e Feldmann no top5.

Corrida 2
Com inversão entre os seis primeiros da prova 1 no grid, Feldmann assumiu a liderança da corrida 2 ao passar Boesel por fora no “S” do Senna, enquanto JP Mauro subiu para terceiro vindo de oitavo, e Elias, Neugebauer e Kaesemodel completavam os seis primeiros, à frente de Paludo. Na Sport, Mello segurou a ponta, seguido por Lara e Ziemkiewicz.
Logo na segunda volta, Elias assumiu o terceiro lugar ao passar JP Mauro no Pinheirinho. Depois, Paludo passou por Kaesemodel e subiu para sexto. A escalada de Elias continuou na volta 3 ao passar Boesel também na curva do Pinheirinho.
Faltando 18 minutos, Mello perdeu a liderança da Sport ao ser tocado e rodar no “S” do Senna, o que deixou Toni na ponta, seguido por Lara e Billi. Em seguida, Ziemkiewicz rodou na Junção, e Billi teve de sair da pista para não bater.
Mais à frente, a disputa ficou mais acirrada entre Kaesemodel, Paludo e Neugebauer, que saiu no prejuízo e perdeu duas posições nessa briga pelo quinto lugar. A 15 minutos do fim, Paludo retardou a freada no “S” do Senna e subiu para o top5.
A escalada de Paludo continuou na volta 8 com mais uma ultrapassagem, sobre JP Mauro. A essa altura, metade da prova, Feldmann seguia controlando uma vantagem de 2s5 para Elias, enquanto Boesel já vinha cinco segundos atrás do líder e era pressionado por Paludo.Quando faltavam 11 minutos para o fim, Ziemkievicz e Seripieri deram suas rodadas em incidentes diferentes. Ao mesmo tempo, Baptista, Aguiar e Müller brigavam pelo oitavo lugar, e houve um contato entre Aguiar e Müller.
A oito minutos da bandeirada, Paludo ultrapassou Boesel para tomar-lhe a terceira posição. Na disputa pela ponta da Sport, Toni ia resistindo a uma forte pressão de Lara, enquanto Billi se aproximava de ambos. Billi e Lara começaram a brigar, e Toni respirou na ponta. Seripieri chegou a se intrometer na briga de Billi e Lara, mas rodou depois.
No finalzinho, JP Mauro passou por Neugebauer para ficar em sexto, mas na volta seguinte rodou no Pinheirinho e caiu para nono, atrás de Ricardo Baptista e Müller. Paludo ainda tentou se aproximar de Elias, mas não foi suficiente para tentar a ultrapassagem.
Com tranquilidade, Feldmann confirmou sua primeira vitória na categoria, à frente de Elias, Paludo, Boesel e Neugebauer, que também foram ao pódio. Na Sport, Toni aguentou um último ataque de Lara para vencer, com Billi, Mello e Ziemkiewicz completando o top5.

GT3 Cup
Corrida 1
Lucas Salles manteve a liderança após a largada à frente de Horta, e Urnhani chegou a subir para terceiro mas saiu da pista e ficou mesmo em quinto – Reischl caiu para décimo. Ainda na primeira volta, Salles deu uma espalhada no Pinheirinho, e Horta, com experiência, assumiu a liderança por fora no “S”. Quem encostou nessa briga foi Nelson Monteiro.
Enquanto Horta começou a abrir, uma disputa tripla pelo segundo lugar agitava a corrida. Mas na Descida do Lago, Monteiro e Urubatan tiveram um contato e sobrou para Salles, que rodou e ficou ao contrário.
Nesse momento, Marcondes era o líder da classe Sport, e Ayman passou Billi por fora para assumir o segundo lugar. Na mesma volta, Darwich partiu para cima de Marcondes e tomou o primeiro lugar da classe e o quarto no geral.
Com dez minutos de corrida, Urubatan encostou em Horta, e a briga pelo primeiro lugar esquentou. Na abertura da volta seguinte, Horta travou os pneus no “S” do Senna, deu uma espalhada, e Urubatan tentou dar o bote, mas não conseguiu. Urnhani aproveitou a briga para encostar nos dois.
Na volta 7, houve um contato entre Leo Sanchez e André Gaidzinski no Pinheirinho, o que obrigou o safety car a entrar na pista. Ao mesmo tempo, Alcaraz rodou na Junção, e Alcaraz ao tentar desviar acabou rodando e batendo na proteção de pneus.
Na relargada, faltando 14 minutos, Horta manteve a liderança à frente de Urubatan. Darwich continuou atacando e pegou a terceira colocação na Curva do Sol ao passar Urnhani, que também perdeu posição para Marcondes.
A dez minutos do fim, Urubatan mergulhou na Descida do Lago e passou Horta para assumir a ponta. Em terceiro no geral e na liderança da Sport, Darwich já estava quase três segundos atrás, liderando um trem com Marcondes, Billi e Feffer.
Com ótimo ritmo, Urubatan começou a abrir na liderança e fez por duas vezes seguidas a melhor volta, a mais rápida em 1m39s770. Mais atrás, Billi atacava Marcondes na disputa pelo quarto lugar, e Feffer ficava na espreita à espera do que poderia acontecer. Já Darwich tentava encostar em Horta.
Billi finalmente subiu para quarto, e Marcondes passou a receber os ataques de Feffer. Na penúltima volta, Darwich atacou Horta no “S” do Senna mas os dois travaram os pneus, e as posições foram mantidas.
Sem ser incomodado, Urubatan cruzou a linha de chegada para vencer pela primeira vez na GT3 Cup, e Ayman conseguiu a ultrapassagem na saída da Junção na última volta para ganhar na Sport e ficar em segundo no geral, 0s125 à frente de Horta. Billi e Marcondes fecharam o top5 no geral. Além de Darwich e Marcondes, Totaro, Menossi e Kim fecharam o pódio da classe Sport.

Corrida 2
Com o grid invertido entre os seis primeiros da prova anterior, Feffer manteve a liderança após a largada, seguido por Marcondes e Horta. Reischl saiu da pista no “S” do Senna após um contato com mas voltou ao traçado, embora no fim do pelotão.
Na segunda volta, Marcondes ficou lento no Mergulho e foi ultrapassado por Horta. Mais atrás, Billi, Darwich e Urubatan completavam um trenzinho do segundo ao sexto lugar, já que Feffer seguia líder.
Na quarta passagem, Sanchez rodou na Junção quando tentava ultrapassar Alcaraz, mas conseguiu voltar à pista. Logo depois, Billi assumiu o terceiro lugar depois que Horta deu uma escapada na segunda perna do “S” do Senna. Horta passou a ser pressionado por Darwich e Urubatan.
Faltando 15 minutos, um contato entre Horta e Urubatan, terceiro e primeiro colocados na corrida 1, causou o abandono de ambos e a entrada do safety car. Na relargada, a oito minutos do fim, a única mudança foi a ultrapassagem de Alcaraz sobre Urnhani.
Na décima volta, Reischl se envolveu num outro contato com Frangulis, e ficou ao contrário na Descida do Lago após rodar. Não houve necessidade de safety car, e Feffer seguiu na ponta, enquanto Darwich começou a perder posições, o que levou Monteiro e Salles ao top 5.
Nas voltas finais, Marcondes começou a pressionar Feffer, que chegou a dar uma travada de pneus no Bico de Pato. Essa briga permitiu a Billi, Monteiro e Salles se aproximarem deles – todos ficaram separados por apenas dois segundos. Na Sport, Totaro era o segundo à frente de Sanchez e Alcaraz.
Na última volta, Marcondes deu o bote certeiro e asssumiu a liderança com uma ultrapassagem sobre Feffer na Descida do Lago. Logo atrás, Monteiro e Salles também passaram por Billi na volta final.
Dessa foma, Marcondes conquistou sua primeira vitória no geral, além de ter vencido também na Sport, com Feffer, Monteiro, Salles e Billi completando o top5. Na classe Sport Totaro, Sanchez, Menossi e Ho Kim fecharam o pódio atrás de Marcondes.
O que eles disseram:
“Sabia que eu tinha que poupar no começo da segunda prova para ter carro em condições de brigar no final. Até que fiz uma largada boa, mas a do JP foi melhor e acabou me passando. a partir dai tentei aliar agressividade com poupar os pneus e mesmo assim cheguei em 3º, mas meus pneus já tinham ido para o espaço. Final de etapa com a liderança geral, um P1 e um P3, feliz com o resultado e pronto para as próximas.”
Miguel Paludo

“Veja que eu me preparei bastante, treinei muito. Isso ajudou, mas não resolveu. Larguei em sexto e terminei a primeira corrida em quinto. A segunda prova sai em segundo, consegui fazer uma boa largada, mantive um bom ritmo. o carro estava perfeito.”
Alceu Feldmann

“Sentimentos antagônicos para este final de semana, mas um aprendizado. Tive um desempenho parecido nas duas corridas, em uma sai com a vitória e na outra, infelizmente, com o acidente. “
Urubatan Jr

“Na primeira corrida, a intenção era ganhar na Sport e ficar entre os cinco primeiros no geral. A Sport não encaixou, mas fiquei entre os cinco primeiros. Na segunda corrida, a intenção era ganhar a Sport, e saiu muito melhor do que a encomenda. Andei atrás do Zeca a corrida inteira, não o deixei abrir, sabia que no fim os pneus iriam ficar piores para todo mundo. Ele começou a frear um pouco antes e senti que dava para mergulhar. Meu engenheiro disse que era a última volta e falei agora ou nunca. Encaixou certinho, sem encostar nele, superlimpo. Faltava meia volta para terminar e rezei para acabar logo!”
Nelson Marcondes

“Foi um final de semana muito bom! ganhei a categoria na primeira e estava bem na segunda. No momento do toque era líder e infelizmente me tirou da disputa, mas mesmo assim consegui um quarto lugar. Agora é pensar no campeonato, tem que pontuar muito para estar sempre na disputa, esse é o foco.”
Rodrigo Mello

“Foi uma corrida bem disputada! Fazia tempo que eu batia na trave, na pré-temporada eu disse que o ritmo era bom sempre acontecia alguma coisa que fazia a vitória escapar. Hoje ela veio! Veio vencida, não veio ganha, às vezes herdamos uma vitória, mas essa veio foi vencida, disputada, batalhada. Comecei com o pé direito a temporada, e agora é focar nas dez corridas seguintes e pontuar sempre para buscar o título. Foi uma corrida curta, mas bem disputada”
Rodolfo Toni

“Estou muito satisfeito pelo resultado, não estava esperando! foi uma emoção enorme chegar na frente da GT3. Eu que sou da Sport, ficar em primeiro da categoria e em segundo na geral, para mim foi uma alegria incrível. O carro estava muito bom e a equipe trabalhou muito bem.
Uma pena essa segunda corrida, o carro estourou o câmbio e não tinha como continuar a prova. estava em um bom ritmo, segundo na Sport e quarto na geral. Acontece, é coisa de corrida, não tinha o que fazer. Esse início de temporada está “Show de bola” agora é manter esse ritmo o ano inteiro”
Ayman Darwich

“Estou muito contente, tivemos pouco tempo de treino e isso dificultou muito o final de semana. Já conhecíamos o carro da Endurance, mas o ajuste pra Sprint é completamente diferente. Trabalhamos com muito pouco tempo e mesmo assim conseguimos um ajuste médio. Fizemos um bom trabalho durante o final de semana, dois segundos lugares. Agora é trabalhar mais para ter performance e velocidade. Não tem nada melhor que sair do primeiro final de semana empatado na liderança do campeonato.”
Enzo Elias

“A primeira corrida não foi tão boa para mim, acabei me envolvendo em um acidente com o Salles e com o Urubatan. Depois disso o carro não ficou muito legal, o volante ficou torto e eu não consegui tirar a mesma performance que vinha tirando antes. Tentei recuperar, mas acabei rodando e perdendo algumas curvas. A corrida 1 foi para esquecer.
A corrida 2 larguei em 12º e viemos galgando, escalando. A corrida ficou muito aberta entre os 5 primeiros, estávamos muito próximos. Qualquer errinho para aproveitar e passar. O Billi na saída do Lago abriu um pouco e consegui passar por dentro para chegar em terceiro. Feliz com a posição e com a escalada das posições.”
Nelson Monteiro

“Minha vontade é ser combativo em toda corrida, ir pra cima. na primeira corrida foi bem, num enrosco com o Urubatan meu carro ficou um pouco danificado e o rendimento caiu bastante. já na segunda corrida estava bem também, mas tomei um toque por trás e fim de corrida. O campeonato vai ser muito bom, vamos para frente.”
Chico Horta

“Não tenho do que reclamar. Depois da posição que saímos ontem, o Wander e o Carrapo fizeram um trabalho emocional comigo muito forte para ficar em cima o final de semana inteiro, e funcionou. Conseguimos ficar entre os 6 melhores na primeira, já na segunda foi uma pena ter perdido na última volta, mas não posso reclamar. Estou muito feliz. Agora é continuar trabalhando.”
Zeca Feffer

“Muito bom para a primeira corrida, os ajustes no carro foram positivos, deram mais confiança. saio um pouco frustrado dessa última prova, estava tentando disputar, mas acabei levando a pior. Tentei ultrapassar por fora na última volta, mas acabei sendo ultrapassado. No geral foi uma boa corrida, agora é ir com tudo pro campeonato.”
Marco Billi

“Na verdade, o único momento positivo do fim de semana foi a largada da segunda corrida, quando acertei o momento e avancei muito bem. Mas no geral meu carro estava com algum problema que não conseguimos achar mesmo indo duas vezes para o box de apoio. Então saio um pouco frustrado desta etapa”
JP Mauro

“Legal estar de volta ao Sprint da Porsche Cup, estou achando que está ainda mais competitivo. O Miguel ainda está um pouco na frente de todo mundo, mas foi bom. Não tive o carro ideal em nenhuma das baterias. Na primeira ele estava muito traseiro, já pra segunda mudamos bastante as configurações para ver se melhorava, mas não resolveu a traseira e perdi um pouco a frente, então fui me segurando. Consegui uma ultrapassagem dupla que foi bacana. Deu para tirar um pódium. Ainda estamos longe do setup ideal do carro e devo um pouco de performance também.”
Lico Kaesemodel

Resultados
Carrera Cup
Corrida 1
1. Miguel Paludo 1:34s913
2. Enzo Elias +10s709
3. Werner Neugebauer +15s401
4. Lico Kaesemodel +17s935
5. Alceu Feldmann +18s438
6. Pedro Boesel +31s458
7. Luca Seripieri +35s801
8. JP Mauro +38s215
9. Pedro Aguiar +43s091
10. Rodrigo Mello* +47s746
11. Maurizio Billi* +48s223
12. Rodolfo Toni* +1:02s065
13. Fran Lara* +1:11s892
14. Rouman Ziemkiewicz* +1 volta
15. Marçal Müller +2 voltas
16. Ricardo Baptista DNF +13 voltas
(*) Sport

Corrida 2
1. Alceu Feldmann +27:35s646
2. Enzo Elias +1s244
3. Miguel Paludo 2s657
4. Pedro Boesel +9s887
5. Lico Kaesemodel +13s581
6. Werner Neugebauer +15s545
7. Ricardo Baptista +16s177
8. Marçal Müller +20s156
9. JP Mauro +26s765
10. Rodolfo Toni* +32s751
11. Fran Lara* +33s675
12. Maurizio Billi* +34s345
13. Luca Seripieri +46s808
14. Rodrigo Mello* +1:15s057
15. Rouman Ziemkiewicz* +1:26s500
16. Pedro Aguiar DNF +7 voltas
(*) Sport
GT3 Cup
Corrida 1
1. Urubatan Junior 31:56s545
2. Ayman Darwirch* +8s720
3. Francisco Horta +8s845
4. Marco Billi +11s499
5. Nelson Marcondes* +13s092
6. Zeca Feffer +13s301
7. Paulo Totaro* +18s408
8. Eduardo Menossi* +18s765
9. Ramon Alcaraz +22s446
10. SangHo Kim* +26s966
11. Georgios Frangulis +27s989
12. Nelson Monteiro +28s072
13. Lucas Salles +50s531
14. Cesar Urnhani DNF +9 voltas
15. Cristian Mohr DNF +10 voltas
16. André Gaidzinski* DNF +12 voltas
17. Guilherme Reischl DNF +13 voltas
18. Leo Sanchez DNF +13 voltas
(*) Sport

Corrida 2
1. Nelson Marcondes* 27:59s785
2. Zeca Feffer +0s424
3. Nelson Monteiro +1s517
4. Lucas Salles +2s332
5. Marco Billi +2s449
6. Paulo Totaro* +11s193
7. Ramon Alcaraz +13s426
8. Leo Sanchez DNF +14s659
9. Eduardo Menossi* +15s537
10. SangHo Kim* +16s803
11. Guilherme Reischl 24s162
12. André Gaidzinski* 39s636
13. Cesar Urnhani DNF 1:01s530
14. Ayman Darwirch* + 4 voltas
15. Georgios Frangulis DNF +5 voltas
16. Francisco Horta DNF +10 voltas
17. Urubatan Junior DNF +10 voltas
18. Cristian Mohr DNF +13 voltas
(*) Sport

Campeonatos
Carrera Cup
1. Miguel Paludo 38
2. Enzo Elias 38
3. Alceu Feldmann 34
4. Werner Neugebauer 28
Lico Kaesemodel 28
6. Pedro Boesel 26
7. JP Mauro 16
8. Luca Seripieri 13
9. Rodolfo Toni 11
10. Maurizio Billi 10
Marçal Muller 10
12.Rodrigo Mello 9
Fran Lara 9
Ricardo Baptista 9
13. Pedro Aguiar 8
14. Rouman Ziemkiewicz 4

GT3 Cup
1. Nelson Marcondes 34
2. Zeca Feffer 30
3. Marco Billi 28
4. Urubatan Jr 22
5. Ayman Darwich 22
6. Nelson Monteiro 21
7. Paulo Totaro 20
8.Francisco Horta 18
Lucas Salles 18
10.Ramon Alcaraz 17
11. Eduardo Menossi 16
12. SangHo Kim 13
13. Leonardo Sanchez 8
14. Georgios Frangulis 6
15. Guilherme Reischl 5
16. André Gaidzinski 4
17. Cesar Urnhani 3
18. Cristian Mohr 0

Sport 4.0
1. Rodolfo Toni 18
2. Rodrigo Mello 17
3. Maurizio Billi 16
4. Fran Lara 15
5. Rouman Ziemkiewicz 10

GT3 3.0
1. Nelson Marcondes 20
2. Paulo Totaro 16
3. Ayman Darwich 14
4. Eduardo Menossi 12
5. SangHo Kim 10
6. Leonardo Sanchez 9
7. André Gaidzinski 7
8. Georgios Frangulis 5