Lucas Di Grassi (Foto: Divulgação)

Lucas Di Grassi (Foto: Divulgação)

Lucas Di Grassi começou em 15º e terminou em 6º, alcançando 8 pontos no E-Prix da Cidade do México. Em 2019 e 2017, ele conquistou o primeiro lugar nesta competição.

O piloto brasileiro não teve um simples sábado no Autódromo Hermanos Rodríguez, onde aprendeu a ter muito sucesso no passado, mas pelo menos voltou a ganhar pontos pelo campeonato.

“Foi uma boa corrida, mas o carro não estava exatamente como eu queria”, diz Di Grassi que, junto com a equipe Audi Sport ABT Schaeffler, tentou modificar a afinação do carro e não saiu como o esperado.

“Começamos em 15º e terminamos em 6º, mas o carro não estava exatamente como eu queria. Tentamos algo na configuração que não funcionou muito bem, mas conseguimos 8 pontos, por isso ainda estamos lutando pelo campeonato. ”

Depois de quatro corridas disputadas na temporada 2019/20 da Fórmula E, Di Grassi ocupa o quinto lugar com 32 pontos e está 15 unidades atrás do líder, Mitch Evans, vencedor neste sábado.

O E-Prix da Cidade do México marcou o fim do período latino-americano de Fórmula E após a visita de janeiro a Santiago, no Chile. A temporada continuará no dia 29 de fevereiro em Marrakech, Marrocos.