Sorocabano também é quem mais venceu em Mogi Guaçu, onde Ricardo Zonta recebeu a bandeirada em primeiro lugar em maio deste ano.

A Shell chega neste fim de semana com seus quatro carros para a antepenúltima corrida da temporada 2019 da Stock Car, no Velo Città, no município paulista de Mogi Guaçu. Neste ano, a marca já visitou o autódromo no qual costuma ter bons resultados.

Átila Abreu vem embalado pela vitória na segunda corrida de Cascavel, há três semanas. O sorocabano já venceu no Velo Città em 2018 e foi o único a sair duas vezes na pole em rodadas duplas na Stock Car, em 2017 – ele venceu a prova 2. nste ano, Átila não correu na pista pois se recuperava de um acidente.

No começo de 2019, Ricardo Zonta recebeu a bandeira quadriculada em primeiro lugar na segunda corrida do Velo Città. No ano passado, o paranaense terminou em quarto lugar na prova vencida por Átila, a um segundo de um lugar no pódio.

Já Gaetano di Mauro marcou pontos nas duas corridas do Velo Città neste ano, além de ter ficado entre os dez primeiros colocados na classificação. Por fim, Galid Osman tem como melhor resultado no circuito uma sexta colocação na primeira prova de 2017.

A programação do fim de semana será mais curta, com atividades no sábado e no domingo. Com isso, torna-se decisivo o trabalho de equipe e piloto no acerto do carro para que já se chegue nas condições ideais à classificação – o treino será mostrado pelo site Globoesporte.com às 13h30.

A primeira corrida da rodada dupla de domingo será às 11h, enquanto a largada da segunda prova, com grid invertido em relação aos dez primeiros da anterior, está marcada para as 12h02. O SporTV2 transmite ao vivo as duas provas.

Dos pilotos da Shell, Ricardo Zonta é o único elegível para o prêmio do Fan Push, um disparo adicional do botão de ultrapassagem na segunda corrida. A votação segue no site oficial (www.stockcar.com.br) até a largada da rodada dupla.
O que eles disseram:

“O Velo Città é sempre uma das pistas que eu gosto bastante desde que entrou no calendário da Stock Car. Infelizmente perdi a primeira prova deste ano lá por causa do acidente do começo do ano, mas estou feliz de ter a oportunidade de correr lá. Estou animado pela vitória de Cascavel e espero repetir isso, desde uma boa tomada de tempo, brigando pela pole, pelo Q3, e, com isso, brigar pela vitória, o que é a meta. O fato de ser um fim de semana curto será interessante, não haverá muito tempo para desenvolver o acerto. É fundamental o trabalho da equipe, chegar bem da oficina. É preciso uma equipe em sintonia, afinada, e quem tem isso leva vantagem. Temos de trabalhar para já sair com o carro bem acertado, porque serão dois treinos e já a tomada. É preciso um entrosamento meu com a equipe para acertar o carro, numa pista como o Velo Città, a posição de largada é muito importante.”
Átila Abreu, piloto da Shell V-Power no carro #51

“O Velo Città é uma etapa com programação mais curta, então é crucial chegarmos com um bom setup já no primeiro treino, pois temos pouco intervalo até a classificação. É uma pista, onde sempre estamos bem competitivos e temos uma base muito boa de trabalho para esse circuito. Então, confio em um ótimo final de semana. Na nossa última etapa lá no início da temporada larguei entre os seis primeiros e venci a corrida 2, somando 38 pontos na etapa. É uma etapa também com características bem importantes para pouparmos equipamento, pois o calor é sempre intenso e o traçado é bem definido com subidas, descidas, bem técnico.”
Ricardo Zonta, piloto da Shell V-Power no carro #10

“Estamos trabalhando para recuperar a velocidade que tínhamos no começo do ano, e estou bem animado. As últimas três corridas foram mais difíceis, sobretudo a última, então a meta é voltar a andar na frente para tentar voltar para o top10 do campeonato.”
Galid Osman, piloto da Shell Helix Ultra no carro #28

“Estou bem animado em correr perto de casa. O Velo Città é uma pista na qual andamos bem no começo do ano, classificamos bem, e tudo isso dá uma força a mais para nós termos um bom fim de semana, animado. É trabalhar nos erros da última etapa para termos um bom fim de semana.”
Gaetano di Mauro, piloto da Shell Helix Ultra no carro #11