Evento de maior premiação do esporte brasileiro tem regulamento diferenciado, com Q4 na classificação e pilotos com diferentes níveis de gasolina e desgaste de pneu na prova.

Ricardo Zonta disputa neste fim de semana o evento de maior premiação do esporte brasileiro, a Corrida do Milhão da Stock Car, com um prêmio de R$ 1 milhão para o piloto vencedor, em Interlagos. O paranaense foi o vencedor da mais badalada prova do automobilismo brasileiro, em 2013, justamente em Interlagos (SP). Além disso, o piloto foi o último vencedor da Stock Car, em 2018, tendo inclusive levado pontuação dobrada pelo triunfo.

“A Corrida do Milhão sempre tem um clima especial e pra mim mais ainda, pois em 2013 fechamos a temporada vencendo justamente em Interlagos. Foi um momento inesquecível em minha carreira. É uma prova que chama atenção de público, imprensa e fãs pela premiação e que faz o desafio pela vitória ainda mais especial. É a hora de lutarmos pelo bi. A última vez que corremos em Interlagos, em dezembro passado eu larguei na pole e venci”, destacou o ex-F1.

A edição deste ano promete! Pois, diversas novidades em seu regulamento particular foram estabelecidas. A principal mudança será no formato do treino classificatório. Após Q1 e Q2 com o sistema normal, o Q3 com os seis primeiros será diferente, com todos os pilotos na pista ao mesmo tempo em dez minutos; cada um terá de completar três voltas lançadas, e será aferida a média dessas voltas; em seguida, os três mais rápidos a passam a uma Super Pole (Q4), no qual terão direito a uma volta lançada, com o mais rápido faturando a pole.

Além disso, os pilotos serão obrigados a começar a prova com os pneus utilizados na classificação e também com o mesmo nível de combustível do quali. Com isso, a parte inicial da prova deverá ter competidores adotando estratégias bem distintas. Quem largar mais à frente terá pneus mais gastos e provavelmente terá de reabastecer com mais gasolina no pit stop.

Sobre os pneus, outra novidade: fornecedora de pneus da Stock Car, a Pirelli levará para Interlagos um composto mais macio – e que, portanto, propicia mais aderência – batizado de DM. Por outro lado, os pilotos precisarão tomar mais cuidado para evitar um desgaste acima do desejado na prova.

Considerado um dos autódromos mais importantes do Brasil, Interlagos foi inaugurado em 1940 e sua extensão atual é de 4.309 metros. Na prova deste domingo, a duração será de 40 minutos mais uma volta. Haverá pit stop obrigatório, com troca de dois pneus e reabastecimento.

A programação terá três treinamentos livres, sendo dois na sexta-feira e um no sábado pela manhã. A classificação terá início ao meio-dia de sábado, com transmissão ao vivo do site GloboEsporte.com. Domingo, a largada da Corrida do Milhão será às 11h30, e a TV Globo passa ao vivo.

Zonta está elegível para o Fan Push, um disparo adicional do botão de ultrapassagem. A votação continua até a hora da largada no site oficial (www.stockcar.com.br). Fora o Fan Push, serão disponibilizados oito acionamentos do push to pass na prova.