Ex-piloto da Stock Car teve bela disputa com Márcio Campos, que liderava até enfrentar problemas, a quatro voltas da bandeirada em Curitiba

Neto De Nigris entrou para a história neste sábado (21) como o primeiro vencedor do Mercedes-Benz Grand Challenge, categoria que estreia neste fim de semana, com apoio oficial da Mercedes-Benz. Foi uma corrida tão movimentada quanto se esperava no Autódromo Internacional de Curitiba. Largando em segundo lugar, ele teve uma excelente disputa com Márcio Campos, que largou na pole position e liderava na 14ª das 17 voltas completadas, quando enfrentou problemas e perdeu a primeira posição para Neto De Nigris.

“Para mim, foi um espanto. Estou em uma equipe muito boa, que conseguiu acertar bem o carro. Fui evoluindo, larguei entre os cinco e já foi ótimo. Tive uma briga muito limpa com o Márcio, meu carro era muito bom nos dois setores finais da pista e o dele, no primeiro. Preferi ficar para trás, sem brigar, para abrirmos em relação aos outros. Mas aí depois ele não teve sorte e ficou”, conta Neto De Nigris, que volta ao automobilismo depois de sete anos parado e elogiou bastante o carro do Mercedes-Benz Grand Challenge, o modelo C250 CGI.

“Eu achei excelente. Andei 200 km e não tive que trocar pastilha de freio, nada, apenas enfrentamos uma questão de adaptação ao câmbio automático. Mas eu adorei”, elogiou Neto De Nigris. Tão interessante quanto a disputa pela primeira foi a briga pela segunda posição, que ficou com Fábio Delamuta. Ele superou o piloto da casa, Fábio Ebrahim, por pouco mais de um décimo de segundo. “O carro estava ótimo no começo da corrida e comecei a perder rendimento no final, mas consegui manter minha posição e está bom”, comemorou Fábio Delamuta.

“Eu esperava chegar entre os dez aqui, mas depois dos problemas que tive chegar em segundo foi extraordinário. Foi divertido demais. Sabemos que ainda estamos em fase de desenvolvimento da categoria, mas mesmo assim o carro é ótimo carro. A categoria vai surpreender muita gente”, falou Fábio Delamuta. O xará dele, Fábio Ebrahim, também ficou satisfeito. “Foi bem interessante. Estava fora das pistas havia dois anos e agora estreamos a nossa própria equipe. Foi legal, depois de tanto tempo voltar a disputar uma corrida tão bacana”, elogiou Fábio Ebrahim.

Cesare Marrucci acabou a corrida em quarto e, mesmo com problemas, Márcio Campos ainda conseguiu terminar em quinto. O Mercedes-Benz Grand Challenge tem mais uma corrida agendada na programação, neste domingo (22), às 14h20. Pouco antes, às 14h00, a RedeTV! entra no ar para a transmissão ao vivo da prova e a exibição dos melhores momentos da corrida deste sábado, vencida por Neto De Nigris. O campeonato tem apoio oficial da Mercedes-Benz e patrocínio Della Via, Petronas, Scorro e Pirelli, além dos fornecedores Sparco, Blindarte, Billstein, Eibach e Stäubli.

RESULTADO FINAL EM CURITIBA
1º) 11 – Neto De Nigris ( , SP), 17 voltas em 30:29.237 (média de 123,62 km/h)
2º) 8 – Fábio Delamuta ( , SP), a 3.081
3º) 33 – F.Ebrahim/M.Cesquim ( , PR), a 3.261
4º) 44 – Cesar Marrucci ( , SP), a 18.219
5º) 31 – J.Campos/M.Campos ( , RS), a 19.473
6º) 16 – Marcelo Hahn ( , SP), a 21.103
7º) 7 – Abramo Mazzochi ( , RS), a 23.179
8º) 15 – C.Vianna/M.Rodriguez ( , SP), a 26.263
9º) 12 – Leo De Nigris ( , SP), a 30.396
10º) 76 – Eduardo Marçon ( , SP), a 31.132
11º) 13 – A.Zaninotto/C.Fumagalli ( , SP), a 37.948
12º) 66 – C.Fonseca/O.Mesquita ( , SP), a 44.565
13º) 55 – Roberto Santos ( , SP), a 47.576
14º) 105 – Vanuê Faria ( , SP), a 50.589
15º) 6 – B.Rossi/R.Felicio ( , SP), a 1:01.025
16º) 111 – Z.Paioli/Gottschalk Jr ( , SP), a 1:10.595
17º) 18 – Edson Gandolfi ( , SP), a 1 volta
18º) 88 – José F.Amorim Jr. ( , SP), a 8 voltas
19º) 77 – Arnaldo Diniz Fº ( , SP), a 14 voltas