Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

“Estou muito feliz em integrar a Eurofarma RC na mais importante corrida do calendário brasileiro. É um time forte e bastante profissional”, afirma.

A Eurofarma anuncia uma decisão inédita na história da equipe que completa 16 anos na maior categoria do automobilismo nacional. Durante a tradicional Corrida do Milhão, que acontece no dia 25 de agosto, em Interlagos, a equipe Eurofarma terá quarto carros e a presença do piloto Lucas Di Grassi. “Essa é primeira vez que temos quatro carros no grid, o que irá ampliar a visibilidade da marca e aprimorar, ainda mais, a qualidade técnica do grupo”, diz Janaina Procópio, responsável por Patrocínios, Eventos e Responsabilidade Social da empresa patrocinadora.

Apontado como o melhor piloto brasileiro da última década no exterior, Lucas Di Grassi é campeão Mundial de Fórmula E e possui uma carreira repleta de conquistas notáveis e feitos inéditos no esporte a motor internacional. Ele se juntará a Daniel Serra, Ricardo Maurício e Max Wilson para formar um pelotão de grande relevância para o automobilismo, com experiência em corridas como 24 horas de Le Mans, 12 horas de Sebring, 6 horas de Spa-Francorchamps, Fórmula E, F-1, além de inúmeros títulos nacionais.

“Estou muito feliz em integrar a Eurofarma RC na mais importante corrida do calendário brasileiro. É um time forte e bastante profissional. Meus parceiros de equipe são todos grandes pilotos – tanto é que já têm títulos na Stock. Será um prazer voltar a trabalhar com o Meinha (Rosinei Campos, chefe da equipe), um profissional que respeito muito. Então eu acho que vamos formar um time bastante competitivo. É uma combinação de fatores que tem tudo para render ótimos resultados. E também vai ser sensacional correr no Brasil novamente, perto da minha família, dos amigos e junto da torcida brasileira – que é sempre muito animada e incentivadora”, disse Di Grassi.

Em 2018, Di Grassi participou pela primeira vez de uma temporada completa da Stock Car. Correu pela equipe de Marcel Campos, filho de Rosinei Campos, na RCM Competições. Naquele ano de estreia, Di Grassi conquistou três vitórias na temporada. “A presença dele foi muito importante, Lucas é inteligente, ajudou muito na evolução dos carros. Vai ser muito legal tê-lo de volta, brigando junto com a gente pela Eurofarma”, diz Daniel Serra, atual bicampeão da categoria.

Ricardo Maurício também aprovou a presença do piloto, desta vez, como companheiro de equipe.  “Ele é um piloto muito forte, tem experiência em Stock Car, é rápido e competente o que acaba trazendo, além de visibilidade, uma grande força para a equipe. Com quatro carros, mudam as nossas estratégias e também a dos nossos adversários”, comenta Ricardo Maurício, bicampeão e vencedor da Corrida do Milhão em 2010.

A decisão de ter um quarto carro nessa corrida é uma iniciativa da empresa para ampliar a visibilidade da marca durante a prova e cumprir com o compromisso assumido em ter um piloto convidado durante a temporada. Com a mudança da Corrida de Convidados, inicialmente marcada para o início do ano, a Eurofarma decidiu fazer o aporte de um quarto carro e contar com a participação de Di Grassi em Interlagos. “Ele tem todas as características que buscamos num piloto, é determinado, responsável, ético, além é claro, de ser um grande piloto”, comenta Janaina Procópio.

A Corrida do Milhão é um espetáculo paralelo e um dos momentos mais aguardados da Stock Car. Criada em 2008, um dos atrativos dessa prova é o prêmio milionário dado ao vencedor. Ao longo das dez edições concluídas, quatro cidades receberam o evento. Rio de Janeiro foi a primeira, com vitória histórica de Valdeno Brito. Interlagos, em São Paulo, é o circuito com o maior número realizações, cinco no total, com vitórias de Ricardo Maurício (2010), Thiago Camilo (2011 e 2012), Ricardo Zonta (2013) e Felipe Fraga (2016). Goiânia soma três edições: duas vitórias de Rubens Barrichello e uma de Thiago Camilo. Já Curitiba teve Daniel Serra, em 2017, como o mais novo milionário.

Esse ano, a prova retorna a Interlagos. Além da possibilidade de convidados, a Corrida do Milhão tem outras características, como maior duração, apenas uma corrida no fim de semana, mudança de regras no pit stop e claro, o cobiçado prêmio. Apesar de todo o glamour, que também envolve a entrega do anel de vencedor, os pilotos preferem focar nos pontos para a temporada. Na equipe Eurofarma, atual líder da competição, não é diferente. “Claro que tudo é especial nessa corrida e ganhar esse dinheiro é bem interessante. Mas temos que tomar cuidado porque são distrações. O foco é a corrida e os pontos para nos mantermos na briga pelo título. Por isso a vinda do Di Grassi é importante, porque teremos mais um piloto experiente auxiliando nos acertos e somando para o crescimento do todo”, diz Max Wilson.