O Team Ginetta Brasil está pronto para mais um desafio na Império Endurance Brasil 2019, com a terceira etapa que será realizada na sexta e sábado (26 e 27/7), no Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Depois do quarto lugar em Curitiba, a vitória em Goiânia e outro quarto lugar em Santa Cruz do Sul, na categoria P1, a equipe dos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim já fez a revisão e certou os últimos detalhes do protótipo Ginetta G57 para disputar as Três Horas de Nova Santa Rita. A primeira vitória na categoria P1 já veio e agora o Team Ginetta Brasil vai em busca da primeira vitória na Geral, para consolidar a boa fase da equipe.

Na etapa de Santa Cruz do Sul, o Team Ginetta Brasil também teve uma boa performance, mas teve um acidente que prejudicou o desempenho na parte final da terceira etapa do Império Endurance Brasil 2019. Durante as Três Horas de Santa Cruz do Sul, realizada no dia 15 de junho, o piloto Fábio Ebrahimlargou em terceiro com o protótipo Ginetta G57, assumiu a segunda posição na Geral nas primeiras voltas, seguindo os líderes de perto e abrindo vantagem para o terceiro colocado. Na segunda tocada, Wagner Ebrahim assumiu o comando do carro com 30 voltas e na 38.ª volta assumiu a liderança na Geral. Na volta 62, Pedrinho Aguiar assumiu o G57, retornando a pista em segundo lugar e manteve a tocada segura, até receber um toque de um retardatário que o fez rodar e perder uma posição. Na última troca de pilotos, a equipe perdeu um tempo a mais na parada nos boxes, para acertar o alinhamento do carro. Wagner Ebrahimvoltou à pista em oitavo e fez boa corrida, mas os três primeiros foram beneficiados com um safety car para a última troca. Com isso, o Ginette G57 concluiu a prova em quarto lugar na Geral e na categoria P1.

Para a quarta etapa no Velopark, o Team Ginetta Brasil já finalizou os acertos necessários para oGinetta G57, que está pronto para mais um desafio, agora nas Três Horas de Nova Santa Rita. O ponto forte do protótipo continua sendo durabilidade e a constância em alta performance do G57 durante as corridas, que tem surpreendido a todos, em especial aos pilotos Wagner Ebrahim, Pedrinho Aguiar e Fábio Ebrahim, que não vêm a hora de voltarem à pista e acelerar forte em busca da vitória. A equipe conta com o patrocínio da Construtora Álvaro Aguiar, apoio da Motul, Valorem, GT Shine e tem pneus oficias daYokohama.

O piloto Fábio Ebrahim está confiante em mais um bom resultado no sábado e a equipe paranaense deve manter a estratégia de corrida, para fazer uma boa corrida e tentar surpreender na parte final, em busca da primeira vitória na Geral no Velopark. “Nosso protótipo está bem acertado e tem sido constante nas provas até aqui disputadas. Conseguimos evoluir muito o Ginetta G57 nessas três primeiras etapas, provando que fizemos a escolha certa antes do início da temporada 2019. Eu e o Pedrinho estamos melhorando o nosso desempenho a cada etapa disputada, com tempos muito próximos aos do Wagner, que é o piloto mais experiente. Queremos voltar a vencer na categoria P1, tentar a primeira vitória na Geral e vamos nos empenhar muito para isso”, declarou Fábio Ebrahim.

– Classificação –

A classificação na Força Livre Geral, após 3 etapas é a seguinte: 1.º) Xandy Negrão/Xandinho Negrão Negrão (GT3 – Mercedes AMG), 215 pontos; 2.º) Wagner Ebrahim/Pedro Aguiar/Fábio Ebrahim (P1 – Ginetta G57), 205; 3.º) Vicente Orige/Carlos Kray/Tarso Marques (P1 – AJR), 200; 4.º) Chico Longo/Daniel Serra (GT3 – Ferrari 488), 175; 5.º) Marcel Visconde/Ricardo Maurício (GT3 – Porsche 911), 170; 6.º) Nilson Ribeiro/José Roberto Ribeiro (P1 – AJR), 170; e 7.º) Pedro Queirolo/Davi Muffato (P1 – AJR), 140. Na categoria P1, a classificação é: 1.º) Pedro Queirolo/David Muffato (P1 – AJR), 255 pontos;2.º) Wagner Ebrahim/Pedro Aguiar/Fábio Ebrahim (P1 – Ginetta G57), 240; 3.º) Vicente Orige/Carlos Kray/Tarso Marques (P1 – AJR), 200; e 4.º) Nilson Ribeiro/José Ribeiro (P1 – AJR), 185.