O Team Ginetta Brasil conquistou o quarto lugar na Geral da terceira etapa da Império Endurance Brasil 2019, durante as três Horas de Santa Cruz do Sul,realizada neste sábado (15/6), no Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS), em mais um bom desempenho do trio Fábio Ebrahim, Pedro Aguiar e Wagner Ebrahim. Os pilotos classificaram o seu protótipo Ginetta G57 em terceiro lugar do grid, Fábio ganhou a segunda posição no início da prova, Wagner assumiu a liderança e administrou a posição, Pedrinho voltou na terceira posição, recupera a segunda posição, mas se toca com Xandy Negrão e roda e perde a vice-liderança e passa paraWagner novamente que retorna para a tocada final em sétimo lugar, ganhou três posições e se manteve em quarto até a bandeirada final. Os três primeiros colocados se beneficiaram de uma entrada do Safety Car, na última parada para a troca de pilotos e não perderam as três voltas nos boxes como a equipe do Ginetta G57.

Fábio Ebrahim foi para a largada da 3.ª etapa da Endurance Brasil, o com Ginetta G57 ganhou a segunda posição nas primeiras voltas e passou a administrar sua corrida, acompanhando de perto o AJR n.º 88 e foi abrindo vantagem para o terceiro colocado Pedro Muffato. No decorrer da prova, houveram duas intervenções do safety car, mas o piloto Fábio conseguiu negociar bem as ultrapassagens, tirando a vantagem do líder e ampliando para o terceiro colocado. Os tempos do AJR n.º 88 e do Ginetta G57 n.º 20 eram muito parecidos no início da corrida, com Vicente Orige e Fábio Ebrahim ampliando suas vantagens volta a volta. Na abertura da primeira janela para a troca de pilotos e reabastecimento, Fábio passou o Ginetta G57 para Wagner Ebrahim, na 30ª volta, perdendo três voltas nos boxes.

Wagner Ebrahim retornou à pista com o Ginetta G57 em terceiro lugar na Geral e passou a imprimir ritmo forte de corrida, ultrapassando retardatários e reconquistando posições na pista. Com 38 voltas, Wagner assumiu a liderança da prova na Geral, para a alegria de todos no Team Ginetta Brasil. Mas Wagner foi atrapalhado por retardatários na volta 50, caindo para o terceiro lugar. Mas conseguiu recuperar uma posição na volta 55, passando a seguir de perto o líder Tarso Marques. Com a corrida sob controle, Wagner administrou bem a posição, abrindo vantagem para o terceiro colocado e na volta 62, foi para os boxes e passou o comando do Ginetta G57 para Pedrinho Aguiar.

O piloto Pedrinho Aguiar retornou à pista em segundo lugar, passando a imprimir seu ritmo de prova, com a excelente performance com o Ginetta G57. Na volta 69, estava a oito segundos do líder e vantagem de 14 segundos para o terceiro colocado. Pedrinho vinha numa boa tocada, administrando bem a posição, quando um toque com o carro de Xandy Negrão o fez cair para a terceira posição. Com 85 voltas, Pedrinho fez a última troca de pilotos, perdendo três voltas. Wagner Ebrahimretornou à pista em sétimo lugar e na volta 88 já estava a duas voltas dos líderes e com bom desempenho no carro. Tudo estava se encaminhando para Wagner passar as últimas voltas brigando pela liderança na Geral, mas um Safety Car na parte final da corrida, fez Tarso Marques, Nilson Ribeiro e David Muffato perderem menos tempo nos boxes, complicando a corrida do Team Ginetta Brasil, que concluiu a prova em quarto lugar.

– Resultado Final Geral –

Após três horas de prova e 119 voltas completadas, os 12 primeiros na Geral da terceira etapa da Imperial Endurance Brasil 2019 foram: 1.º) Nilson Ribeiro/Roberto Ribeiro (P1 – AJR), 3h00min33s003; 2.º) Vicente Orige/Tarso Marques (P1 – AJR), a 3s440; 3.º) Pedro Queirolo/David Muffato (P1 – AJR), a 16s951;4.º) Wagner Ebrahim/Pedro Aguiar/Fábio Ebrahim (P1 – Ginetta G57), a 1min13s088; 5.º) Tiel Andrade/Júlio Martini/Anderson Toso (P1 – AJR), a 1 volta; 6.º) Chico Longo/Marcos Gomes (GT3 – Ferrari 488), a 2 voltas; 7.º) Xandy Negrão/Xandinho Negrão (GT3 – Mercedes AMG), a 2 voltas; 8.º) Guilherme Figueiroa/Júlio Campos (GT3 – Mercedes AMG), a 3 voltas; 9.º) Marcel Visconde/Ricardo Maurício (GT3 – Porsche 911), a 5 voltas; 10.º) Henrique Assunção/Marcelo Vianna/Emílio Padron (P3 – MRX), a 7 voltas; 11.º) Matheus Stumpf/Renato Stumpf (P4 – Radical SR3), a 8 voltas; e 12.º) Renato Braga/Renan Guerra (GT4 – Ginetta), a 8 voltas. A quarta etapa da Império Endurance Brasil está marcada para o dia 27 de julho, com as Três Horas de Nova Santa Rita, no Velopark (RS).