Piloto do carro #8 ficou novamente entre os mais votados pelo público para ganhar um botão extra de ultrapassagem, mas os resultados na etapa não saíram como o esperado.

A quarta etapa da Stock Car 2019, realizada em Londrina neste domingo (9), foi de sentimentos distintos para Rafael Suzuki. O piloto do carro #8 foi de 21º para 17º na corrida 1, garantindo mais alguns pontos para o campeonato, mas fez uma prova conservadora, priorizando a estratégia para a corrida 2. No intervalo, Suzuki foi anunciado novamente como um dos vencedores do Fan Push, pela segunda vez em três possíveis, e teria um botão extra para buscar um melhor resultado. Porém, o piloto acabou envolvido em um “engavetamento” logo na segunda volta, e, com o carro bastante danificado, teve de abandonar mais cedo a disputa, ficando fora da zona de pontos pela primeira vez no ano. As vitórias da etapa ficaram com Thiago Camilo e Ricardo Maurício, respectivamente.

O público paranaense lotou as arquibancadas para acompanhar as disputas. Na corrida 1, Suzuki largou em 21º e contou com um carro equilibrado para terminar na 17ª posição, marcando pontos, mas também priorizando a estratégia para a 2ª corrida, optando por abastecer mais e trocar dois pneus, visando uma performance ainda mais forte.

Em Londrina, Rafael ficou novamente entre os seis mais votados no Fan Push – a votação popular feita no site oficial da Stock Car -, e garantiu um acionamento extra do botão de ultrapassagem.

Já na segunda prova, as confusões nas voltas iniciais fizeram suas vítimas. Após um engavetamento inicial, Cacá Bueno teve seu radiador furado, o que causou um apagão do motor no meio da curva, e assim, os pilotos que estavam atrás dele, na tentativa de desviarem, ficaram engavetados. O incidente danificou muito o carro de Suzuki, que foi obrigado a parar nos boxes, abandonando a disputa.

Com os resultados da etapa, Suzuki está em 22º na classificação geral – empatado com o 21º -, entre os 30 pilotos que já correram no ano. Mas a tabela está apertada, e apenas 23 pontos o separam do top-10, com 8 etapas a serem realizadas ainda.

O calendário da Stock Car terá uma pausa de cerca de 40 dias, e a próxima rodada dupla acontece em Santa Cruz do Sul (RS) entre os dias 20 e 21 de julho.

Rafael Suzuki:

“A gente se preparou mais para a segunda corrida visando o top-10, mas a largada foi bem confusa. Logo no início, o Cacá (Bueno) teve um problema na saída da curva 1, o carro dele apagou, e quem estava atrás não conseguiu evitar. Alguém encheu a minha traseira e destruiu o carro, um negócio totalmente imprevisível. Mas levamos de positivo uma evolução. Na corrida o carro estava equilibrado, o ritmo era bom, mas foi uma pena que não conseguimos transformar isso em bons pontos. Acho que estaremos em melhor forma nas próximas corridas. Além disso, ganhamos novamente o Fan Push e isso é uma prova muito legal do carinho do público.”