Atual campeão termina em segundo e sobe na tabela; mesmo sem botão de ultrapassagem, Diego Ramos é oitavo após largar em 19º.

Atual campeão da Stock Light, Raphael Reis escalou o pelotão e conquistou o segundo lugar na corrida deste domingo em Goiânia após largar em oitavo. Com o segundo pódio seguido, o piloto da Shell subiu na classificação geral e agora está em quarto. Diego Ramos também fez ótima prova de recuperação e terminou em oitavo após sair em 19º.

A largada foi confusa, e Raphael Reis acabou caindo de oitavo para décimo. No entanto, ainda na primeira volta, o brasiliense ganhou duas posições após um contato entre dois adversários. Já Diego Ramos conseguiu escapar das confusões e ganhou posições.

Com um carro muito bem acertado, Raphael Reis seguiu na prova com cabeça, e, usando no momento certo o botão de ultrapassagem, superou mais dois concorrentes para chegar à terceira colocação ainda na metade da prova.

Nas voltas finais, o brasiliense seguiu com excelente ritmo e assumiu o segundo lugar com uma bela ultrapassagem sobre Pedro Boesel na abertura da penúltima volta. Sem permitir ao adversário contra-atacar, Reis terminou em segundo.

Já Diego Ramos, mesmo sem poder utilizar o push to pass, conseguiu se manter bem na pista e, também com belas ultrapassagens, subiu para o top 10. Nas voltas finais, o paulista ficou com a oitava posição e somou pontos para o campeonato.

Raphael Reis e Diego Ramos voltam a acelerar pela Stock Light na terceira etapa, que será disputada nos dias 8 e 9 de junho no circuito de Londrina. Em 2018, Reis conquistou uma de suas cinco vitórias no ano no circuito paranaense.

 

O que eles disseram:

“Foi um fim de semana muito positivo. Ontem saí da pole, mas fiquei na largada porque o motor demorou a ir perdemos posições, mas fizemos um terceiro, e hoje terminamos em segundo. Infelizmente não fomos bem no Velopark mas aqui tivemos uma reerguida. Vamos nessa que ainda temos seis etapas no campeonato para tentar buscar o bi”
Raphael Reis, piloto do carro #77

“Viemos evoluindo durante o fim de semana inteiro, infelizmente na primeira corrida fui envolvido num acidente que quebrou a suspensão. Larguei na segunda corrida em 19º e consegui terminar em oitavo mesmo sem push, o que muda muita coisa. Foi na raça mesmo, e serve de aprendizado, e vamos tentar continuar evoluindo durante o campeonato. Obrigado à equipe pelo conserto do carro depois da batida de ontem e à Shell pelo apoio. Ficamos em segundo entre os estreantes e vamos atrás do primeiro lugar na próxima corrida”
Diego Ramos, piloto do carro #13

Resultado da prova:

1º G.Salas – 32:54.456
2º R.Reis – a 2s635
3º P.Boesel – a 3s272
4º G.Frigotto – a 6s708
5º M.Cozzi – a 15s321
6º F.Papazissis – a 16s509
7º P.Rimbano – a 23s718
8º D.Ramos – a 23s949
9º M.Iorio – a 32s338
10º M.Campos – a 38s776
Classificação do campeonato:

1º G.Salas – 102 pontos
2º G.Frigotto – 69
3º M.Cozzi – 66
4º R.Reis – 59
5º P.Boesel – 54