Sergipano conquistou top-15 na etapa preparatória em Angerville e almeja resultado ainda melhor na primeira etapa do campeonato continental, pela categoria OK.

Guilherme Figueiredo já está de volta a França para a primeira de quatro etapas do Campeonato Europeu de Kart, em um dos principais desafios do piloto nesta temporada. O sergipano de 14 anos esteve no circuito de Angerville há duas semanas, participando de uma prova preparatória válida pelo Campeonato Francês, e conquistou um bom resultado com o top-15 na corrida decisiva. Agora, entre 73 inscritos da classe OK, o alvo é buscar um lugar entre os 10 melhores na categoria que é considerada o último degrau antes da transição dos pilotos para os carros, além de contar também com competidores profissionais do kart.

O circuito de Angerville fica a cerca de 50 quilômetros da capital Paris, e tem cerca de 1.200 metros de extensão. A pista tem um traçado bem seletivo, com freadas fortes e duas retas, onde acontecem as principais ultrapassagens. A primeira curva após a largada costuma ser decisiva também, pois os pilotos chegam em alta velocidade para uma curva bem angulada. Apesar do desafio técnico, Guilherme chega confiante no trabalho de preparação feito nos últimos dias, com boa adaptação ao circuito e também muitos testes de configuração do equipamento.

Essa é a segunda temporada consecutiva de Figueiredo dedicado à competições internacionais, correndo com a equipe de fábrica da Kart Republic. Em 2018, ele foi um dos destaques do Troféu Academy da FIA, com o 3º lugar geral no campeonato, além de outros bons desempenhos em etapas do Europeu e também no Mundial de Kart, onde beirou o top-10 na categoria Junior. Na nova categoria, Guilherme também tem demonstrado grande evolução nas provas em que já participou na nova classe OK, em Lonato, na Itália, e em Angerville.

As atividades de pista no Europeu de Kart estão acontecendo desde quarta-feira, com treinos livres. A programação oficial tem início nesta sexta-feira, com treinos cronometrados e a tomada de tempos. A partir de sábado, os pilotos são divididos em seis grupos, que se enfrentam entre si somando pontos. Os 34 melhores após essa fase se classificam para a disputa da grande final, sendo que os 10 melhores já somam pontos para o campeonato. Na corrida decisiva, marcada para às 9h50 de domingo, no horário de Brasília, os pilotos do top-15 garantem pontos para a classificação geral do certame.

Além de Angerville, na França, o Europeu de Kart também tem etapas em Genk (Bélgica), Kristianstad (Suécia) e Le Mans (novamente na França). O Campeonato Mundial de Kart em 2019 será realizado na Finlândia, em Alaharma, em setembro.

Guilherme Figueiredo tem o apoio de Banese Card, Maratá e Banese Corretora de Seguros.

Gui Figueiredo:

“Estou bem animado para o início do Campeonato Europeu. Apesar do desafio de estar numa nova categoria, com um nível ainda mais alto, me sinto bem preparado. Tive a oportunidade de participar de uma etapa do Campeonato Francês em Angerville, e isso foi muito importante para o nosso desenvolvimento, para eu me adaptar à pista e também trabalharmos no acerto do kart. Na sexta-feira, definimos o grid de largada, e até domingo a programação é muito intensa, com seis corridas, considerando a final. Nossa meta é buscar o top-10 no campeonato e, para isso, vamos buscar fazer corridas limpas e bons pontos nesta primeira etapa”.