O Autódromo Internacional de Curitiba (AIC) recebe neste fim de semana (23 e 24/3) a primeira etapa do Campeonato Curitibano de Velocidade no Asfalto 2019. O evento de abertura do Curitibano de Velocidade será disputado em duas baterias nas categorias Turismo, Marcas “A” e “B” Turismo “A”, “B” e “C” (antiga Terra), e Classicos (Força Livre, Gran Turismo Light, Gran Turismo Super, Turismo Light e Turismo Super), com organização e promoção doAutomóvel Clube Internacional de Curitiba e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

As categorias Turismo “A”, “B” e “C” são as categorias Terra do ano passado, e mais uma vez promete ter grid cheio com mais de 25 carros na pista do AIC. A disputa promete ser acirrada entre os pilotos Leonardo Kowalski, Amauri Lisboa Jr, Stive Tokarski, Roberto Bonato, Guilherme Ragnini, Luiz Brambila e Carlos Schilipack na categoria “A”. Emerson Szwed, Artur Bailo Neto e Luís Tatsch, Jorgemar Lorentz, James Schwerdtner, Evandro Maldonado, Nilton da Silva Filho e Brendon Zonta Gabardo, serão os protagonistas na categoria “B”. E José Cavassin, Bruno Muhlstdet, Luiz Ferreira, Peterson Calixto e Maycon de Oliveira, vão “lutar” pelo título da categoria “C”.

Nas categorias Marcas, para carros injetados, os pilotos são divididos em dois grupos: “A” e “B”, conforme sua graduação junto à FPrA e também tem estimativa de 20 carros em seu grid, onde os paranaenses Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, Rodrigo Tassi/Algacir Sermann, Romulo Molinari/Alexandre Frankenberger, João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg, Marcelo Andrade e Gutos Baldo Neto, junto com os catarinenses Richard Heidrich, Davi Dal Pizzol e Gustavo Dal Pizzol querem quebrar a série vitoriosa do catarinense Gustavo Magnabosco, na Marcas “A”. E naMarcas “B”, Wilians Peres, Michael dos Santos, Emerson Grochski, Lúcio Seidel e Ernani Kuln buscam o título de campeão.

A categoria Clássicos fará sua estreia no Campeonato Paranaense de Velocidade no Asfalto 2019, dividida em cinco categorias:  Força Livre, Gran Turismo Light, Gran Turismo Super, Turismo Light e Turismo Super. Por ser uma categoria com carros clássicos e diferenciados, certamente deverá reunir mais de 20 carros nessa etapa, porque haviam muitos pilotos reclamando que não tinha uma categoria para eles participarem e acabavam tendo que correr em São Paulo, onde essa modalidade é muito forte e reúne mais de 30 carros por corrida.

– Programação –

No sábado (23/3), serão realizados quatro treinos livres e os treinos classificatórios da 1.ª etapa do Curitibano de Velocidade, nas categorias Marcas, Turismo, e Clássicos. E das 12h10 às 12h50 será realizado o briefing com todos os pilotos. E no domingo (24/3), o evento acontece das 8 às 16h45, com as primeiras corridas do Curitibano de Velocidade acontecendo na parte da manhã, das 9h55 às 12h30 nas categorias Marcas, Turismo e Clássicos. Na parte da tarde acontecem as segundas corridas, das 14 horas às 16h45, com pódio previsto para as 16h55.

– Classificação de 2018 –

Após seis etapas, doze prova e três descartas, a classificação final do Metropolitano de Curitiba 2018, por categoria foi a seguinte: Marcas “A”: 1.º) Gustavo Magnabosco (SC) – Campeão, 202 pontos; 2.º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta (PR), 154; 3.º) Fausto de Lucca (SC), 146. Marcas “B”: 1.º) João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg (PR) – Campeã, 169 pontos; 2.°) Marcelo Andrade (PR), 131; 3.º) Samir Guimarães (SC), 121. Turismo 1.6 “I”: 1.º) Rômulo Molinari (PR) –Campeão, 208 pontos; 2.º) Antonio Carvalho (PR), 171; 3.º) Roberto Baú (PR), 150.Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kowalski (PR) – Campeão, 175 pontos; 2.º) Amauri Lisboa Jr/Stive Tokarski (PR), 167; 3.º) Roberto Bonato (PR), 158. Terra Marcas “B”: 1.º) Guilherme Ragnini (PR) – Campeão, 194 pontos; 2.º) Luiz Brambila Rodriguez (PR), 169; 3.º) Carlos Eduardo Schilipack (PR), 112. Terra Turismo “C”: 1.º) James Schwerdtner (PR) – Campeão, 175 pontos; 2.º) Evandro Maldonado (PR), 154; 3.º) Nilton da Silva Jr (PR), 132. Turismo 5000 “A”: 1.º) Armin Kliewer (PR) – Campeão, 172 pontos; 2.º) Richerd Heidrich (SC), 142; 3.º) Wanderlei Berlanda (SC), 102. Turismo 5000 “B”: 1.º) Maurício Gaudêncio (PR) –Campeão, 216 pontos, 2.°) Gilberto Carlassara (PR), 93; 3.°) Luís Fernando Busatto (PR), com 88 pontos ganhos.

– Calendário 2019 –

O Campeonato Curitibano de Velocidade no Asfalto 2019 será realizado em quatro etapas, todas realizadas no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), nas seguintes datas: 1.ª etapa – 23 e 24 de março; 2.ª etapa – 25 e 26 de maio; 3.ª etapa – 17 e 18 de agosto; e 4.ª etapa – 07 e 08 de dezembro. O Paranaense de Velocidade no Asfalto 2019 será disputado em seis etapas: 1.ª etapa – 13 e 14 de abril (Cascavel -PR); 2.ª etapa – 25 e 26 de maio (Curitiba-PR); 3.ª etapa – 29 e 30 de junho(Londrina-PR); 4.ª etapa – 07 e 08 de setembro (Londrina-PR); 5.ª etapa – 05 e 06 de outubro (Cascavel-PR); e 6.ª etapa – 07 e 08 de dezembro (Curitiba-PR). E as prova de longa duração serão realizadas em novembro: de 01 a 03 a Cascavel de Ouro 2019; e de 21 a 24 as 500 Milhas de Londrina 2019.