Depois do segundo lugar nas 24 Horas de Daytona, em janeiro, trio quer subir agora ao lugar mais alto do pódio na prova deste sábado.

Campeão do IMSA WeatherTech SportsCar Championship em 2018 e do Campeonato Norte-americano de Endurance, o time da Whelen Engineering Racing segue focado para repetir sua performance na temporada 2019. Depois de terminar as 12 Horas de Sebring no pódio nos últimos três anos, a equipe quer estar no degrau mais alto na segunda etapa do ano, que acontecerá neste sábado (dia 16).

O brasileiro Pipo Derani, vencedor das 12 Horas de Sebring em 2016 e 2018 pela Extreme Speed Motorsports, passou a integrar a equipe este ano e estará ao lado do compatriota Felipe Nasr e do norte-americano Eric Curran no #31 Whelen Engineering Racing Cadillac DPi-V.R.

Curran, Nasr e Derani no pódio em Daytona
(José Mário Dias)

Trio quer brigar pela vitória em Sebring
(José Mário Dias)

Os companheiros Barbosa, Albuquerque e Hartley também estarão na briga
(José Mário Dias)

Equipe Action Express Racing tem retrospecto de muitos pódios na corrida
(José Mário Dias)

 

No final de janeiro, o trio conquistou o segundo lugar nas 24 Horas de Daytona, após as difíceis condições do tempo, que tiraram as chances de brigarem pela vitória, já que a corrida foi interrompida com bandeira vermelha, faltando duas horas para o final.

“Não posso esperar para voltar à pista e especialmente em Sebring, onde tentarei minha terceira vitória em quatro anos”, comentou Derani. “Estou muito focado em continuar nossa luta pelo campeonato com a Whelen Engineering Racing, depois do segundo lugar em Daytona”, continuou.

“Nossa equipe está sempre em busca da precisão em tudo que envolve um final de semana de corrida e o que vimos em Daytona nos dá uma motivação extra para lutar ainda mais forte pela primeira vitória da equipe na temporada. Estou 100% certo de que estaremos competitivos e vamos dar o máximo para vencer essa corrida tão importante”, completou o brasileiro de 24 anos.

Curran foi segundo em Sebring em 2016 e terceiro nas duas últimas temporadas. “Fiz boas corridas em Sebring nos últimos anos, terminando no pódio nos últimos três. Não vejo a hora de voltar para lá e tentar subir no degrau mais alto”, disse o norte-americano.

“Sebring é uma corrida muito dura. Corremos de dia até a noite com todos os tipos de condições. Estou ansioso para brigar pela vitória este ano com o Felipe e o Pipo. As 12 Horas de Sebring são uma das corridas clássicas dos Estados Unidos e seria fantástico voltar pra casa com este troféu para todos da equipe”, finalizou Curran.

Além do #31 Whelen Engineering Racing Cadillac DPi-V.R., a equipe Action Express Racing também conta com o #5 Mustang Sampling Cadillac DPi-V.R do trio João Barbosa, Filipe Albuquerque e Brendon Hartley. Ao lado de Christian Fittipaldi e Sebastien Bourdais, Borbosa já venceu as 12 Horas de Sebring em 2015. A equipe também foi terceira colocada em 2016 e segunda em 2017.

Este ano, em Daytona, Barbosa, Fittipaldi (que fez sua despedida das pistas) e Albuquerque defendiam o título da corrida, mas enfrentaram problemas logo no início e lutaram muito para se recuperar e terminar em sétimo lugar. Se faltou sorte em Daytona, a equipe espera que ela sobre agora em Sebring, onde no ano passado eles levaram uma batida e não puderam brigar pelo pódio.

“No ano passado, vencemos em Daytona e tivemos problemas em Sebring”, lembrou Barbosa. “Espero inverter as coisas este ano”, frisou o português.

“Sebring é uma pista que exige muito e é um tipo de corrida que você nunca sabe o que irá acontecer”, continuou Barbosa. “Para os pilotos, e também para os carros, é um lugar inesquecível. A Cadillac vai bem nas ondulações que existem lá, mas é duro para os pilotos. A pista muda constantemente e tem horas que você está olhando direto para o sol na última curva, então é bem complicado”, completou o campeão do IMSA em 2014-15.

Os treinos em Sebring terão início na quinta-feira (14). O classificatório será na sexta-feira (15), a partir das 11h45 (de Brasília). No sábado, a 67ª edição das 12 Horas de Sebring terá sua largada às 11h40 (de Brasília). O Fox Sports transmitirá algumas horas da disputa (da largada até às 15 horas e das 21 horas até a chegada).