Um dia antes do previsto, piloto brasileiro fez sua estreia com o carro da Rich Energy Haas F1 Team; Kevin Magnussen teve problemas com o banco de seu carro, possibilitando a estreia de Fittipaldi ainda nesta terça-feira nos testes de pré-temporada em Barcelona.

Uma aparição surpresa trouxe o Brasil de volta à pista da F1 hoje no segundo dia de testes da pré-temporada da categoria, em Barcelona, Espanha. O primeiro teste de Pietro Fittipaldi com o carro de 2019 da Rich Energy Haas F1 Team estava previsto para acontecer apenas amanhã (quarta-feira), mas a equipe convocou às pressas o brasileiro para adiantar os trabalhos do time no final da tarde desta terça-feira após um problema com o titular (Kevin Magnussen).

“Foi um dia bem bacana e realmente inesquecível. Hoje não estava programado para eu andar no carro e eu estava acompanhando os testes de perto, analisando os carros nas curvas, até que fui na sala dos meus engenheiros e de repente fui pego de surpresa: falaram que eu iria entrar na pista. Achei que era uma piada, mas logo me explicaram que era sério e que precisava me preparar imediatamente”, conta Pietro, que foi anunciado como piloto de testes da Haas em novembro de 2018.

A oportunidade de Pietro entrar na pista apareceu por conta de um problema no banco de Kevin Magnussen, piloto titular da Haas que pilotou na maior parte do dia. Apesar de ter participado de apenas 30 minutos no treino, Pietro conseguiu dar 13 voltas com o VF-19 e já adiantou parte da sua programação desta quarta-feira.

“Me preparei o mais rápido possível e fui para a pista fazer um shakedown. Foi bom para já aquecer para amanhã. Foram poucas voltas, eu não estava no limite do carro, então amanhã eu terei uma ideia melhor de como está o carro em relação ao do ano passado, que testei em novembro em Abu Dhabi”, completa Pietro, campeão da World Series em 2017.

Nesta quarta-feira, Pietro seguirá testando o carro da Rich Energy Haas F1 Team – ele fará a parte da manhã, dividindo a sessão com Romain Grosjean. Na quinta, o brasileiro volta à pista, desta vez dividindo os trabalhos com Magnussen.