Piloto brasiliense de 11 anos inicia sua primeira temporada completa na Europa neste final de semana nos testes de inverno do World Series Karting (WSK), campeonato de elite do kartismo europeu.

;Um dos principais nomes da nova geração do kartismo brasileiro, o jovem piloto Matheus Ferreira vai iniciar aos 11 anos de idade uma importante jornada em sua vitoriosa carreira: ele inicia neste final de semana sua primeira temporada completa na Europa, disputando os principais campeonatos do mundo, como o Mundial e o WSK (World Series Karting), que tem início nesta semana em Adria com os testes oficiais de inverno.

Vice-campeão brasileiro de 2018 e tendo conquistado diversos títulos, como do Paulista de Kart, Copa São Paulo e das 50 Milhas, Matheus sabe que inicia uma importante jornada no caminho de seu sonho rumo à F1.

“Estou muito feliz por estar começando uma nova fase, na qual meu foco total estará nos campeonatos europeus. Espero aprender muito e evoluir ainda mais como piloto do que em 2018. Foram excelentes anos no Brasil, com muitas vitórias e títulos, e agora me sinto pronto para encarar esta etapa muito importante da minha carreira”, diz Matheus.

O WSK é conhecido por relevar praticamente a maioria dos pilotos que agora estão na F-1 – um bom exemplo está nas jovens revelações que hoje estão na Ferrari e Red Bull: Charles Leclerc e Max Verstappen foram rivais no campeonato de alguns anos atrás. Por isso, o piloto brasiliense de apenas 11 anos sabe que para chegar na categoria máxima do automobilismo está enfrentando o desafio certo para sua idade.

“É o sonho de qualquer piloto chegar na F1 e, é claro, as dificuldades são muitas, mas temos que batalhar corrida a corrida para realizar este sonho. Acredito que disputar um campeonato da magnitude e qualidade do WSK é uma grande preparação para mim e mais um passo para buscar esse sonho de chegar na F-1”, diz Matheus.

No cenário internacional, Matheus também tem boas participações nos Estados Unidos, onde ficou no top-10 do SKUSA por dois anos seguidos (2016 e 2017). Agora na Europa, o piloto está focado para conquistar bons resultados. “Vamos com tudo para conquistar muitos pódios e vitórias em 2019, além de adquirir muita experiência”, completa Matheus.