Nelsinho Piquet (Foto: Divulgação)

Nelsinho Piquet (Foto: Divulgação)

Primeiro campeão da categoria pilotará modelo de geração 2, com mais autonomia nas baterias, fim da troca de carro e “Attack Mode”.

Nelsinho Piquet volta a acelerar na Fórmula E no próximo fim de semana, com a primeira etapa da temporada 2018/2019. A prova promete ser especial, pois será a primeira da categoria de carros elétricos na Arábia Saudita, numa pista montada em Riad.

Primeiro campeão mundial da categoria, o piloto da Panasonic Jaguar Racing, terá nas mãos um novo carro, o da geração 2. As baterias proporcionarão um aumento de potência para 250 KW, e a maior autonomia dispensará a necessidade de um pit stop durante as corridas para a troca de carro.

Outra grande novidade da categoria será o “Attack Mode”. No melhor estilo Mario Kart, os pilotos poderão adicionar mais potência ao motor caso adotem uma outra linha de traçado na pista – a opção estará delineada no asfalto de cada circuito do calendário.

Este, por sinal, terá 12 etapas, com apenas uma rodada dupla, justamente a última, em Nova York, nos Estados Unidos. Além da prova na Arábia Saudita, as novidades são a volta do e-Prix de Mônaco, a mudança da etapa suíça de Zurique para Berna e a da China de Pequim para Sanya.

O circuito montado em Riad tem 2.847 metros e apenas uma reta na qual os pilotos poderão tentar alguma ultrapassagem. O traçado é composto por uma série de esses, o que deve amentar ainda mais a importância de uma boa posição de largada.

As atividades em Riad começam nesta sexta-feira, com um shakedown no qual as equipes poderão chegar se os novos carros de segunda geração estão com todos os componentes funcionando – os times fizeram apenas testes de pré-temporada em Valência (Espanha).

No sábado, serão disputados dois treinos livres, mais a classificação. A primeira corrida da temporada tem sua largada prevista para as 10h (de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais Fox Sports.

O que disse Nelsinho Piquet:

“Tem algumas coisas que virão a nosso favor como o pit stop, que não era nosso ponto mais forte na temporada passada. Vai ser interessante, os carros são um pouco mais frágeis com o tanto de carenagem que há. É um carro mais complexo, com mais pedaços, e é apenas um carro para toda a corrida. Na última temporada, quando encostava no muro, desalinhava mas você levava até o pit stop. Agora tem a corrida inteira para fazer com o mesmo carro, não será possível arriscar tanto nos treinos. Será uma pilotagem diferente, vai ter de ter muito mais cabeça. O nível de pilotos e equipes aumentou, e espero que tenhamos dado um passo à frente. Demos na última temporada, mas espero que possamos dar outro passo para esta temporada. A equipe está trabalhando muito, mas todos estão afiados”

Programação* (horários de Brasília):

Sexta-feira, 14 de dezembro
10h – Shakedown

Sábado, 15 de dezembro
2h – Primeiro treino livre
4h05 – Segundo treino livre
5h50 – Treino classificatório
10h05 – Corrida

*sujeita a alterações
Calendário:

15 de dezembro de 2018 – Riad (Arábia Saudita)
12 de janeiro de 2019 – Marrakesh (Marrocos)
26 de janeiro de 2019 – Santiago (Chile)
16 de fevereiro de 2019 – Cidade do México (México)
10 de março de 2019 – Hong Kong (Hong Kong)
23 de março de 2019 – Sanya (China)
13 de abril de 2019 – Roma (Itália)
27 de abril de 2019 – Paris (França)
11 de maio de 2019 – Monte Carlo (Mônaco)
25 de maio de 2019 – Berlim (Alemanha)
22 de junho de 2019 – Berna (Suíça)
13 de julho de 2019 – Nova York (Estados Unidos)
14 de julho de 2019 – Nova York (Estados Unidos)