Tiago Cortez é semifinalista da seleção global da Petronas, que procura um engenheiro de fluídos para a Mercedes em 2019.

O Brasil pode ter um representante dentro dos boxes da melhor equipe da Fórmula 1 a partir da temporada 2019. O paulista Tiago Cortez, de 31 anos, é um dos semifinalistas da seleção global da Petronas, que busca um engenheiro de fluídos para trabalhar por pelo menos duas temporadas na Mercedes, time dos pilotos Lewis Hamilton e Valtteri Bottas.

Formado em engenharia mecânica pela FEI em 2012, Tiago é engenheiro de pista da equipe Prati-Donaduzzi na Stock Car e submeteu seu currículo para análise da Petronas via LinkedIn (como exigia o regulamento) junto a mais de 7 mil candidatos do mundo inteiro. Agora, o programa está na semifinal e restam apenas dez candidatos, dos quais quatro são brasileiros.

Além de Tiago Cortez – que é o único representante da Stock Car – participam desta fase os também brasileiros Renato José Pereira, Jayme Costa e a engenheira Homayra Tavares. Neste estágio do processo seletivo, eles apresentam um vídeo no LinkedIn da Petronas, respondendo três perguntas do piloto Valtteri Bottas.

O público pode assistir aos vídeos e eleger seus favoritos. Os votos populares terão peso na escolha da Petronas e da equipe Mercedes. A fase final do programa, por enquanto, é desconhecida: a Petronas obviamente não informa quantos profissionais serão selecionados entre esses dez e nem como ou quando será a fase final.

Só se sabe que há apenas um contrato – uma vaga – em jogo.

“A Fórmula 1 é o topo do esporte, é o sonho de quem trabalha com automobilismo e eu fico feliz de ter a oportunidade de tentar uma vaga na equipe Mercedes”, comenta Tiago. “Ganhei muita experiência como engenheiro da Prati-Donaduzzi aqui na Stock Car e tenho certeza que isso fez diferença na triagem dos currículos e nas fases que tivemos até aqui”.

Além da Stock Car, Tiago Cortez já atuou também na Porsche Cup, no Brasileiro de Endurance e no Blancpain GT Series, maior campeonato de Gran Turismo do mundo.

“Pra nós, é uma honra saber que um profissional criado aqui no nosso time tem a possibilidade de trabalhar naquela que hoje é a principal equipe da Fórmula 1. É um processo seletivo, estamos torcendo muito pelo Tiago e ele sabe que terá portas abertas aqui seja qual for o resultado final”, avalia Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Prati-Donaduzzi.

A votação popular no LinkedIn da Petronas vai até domingo, 25 de novembro. O link para acessar o concurso e assistir aos vídeos é este: https://lnkd.in/fytcsGg