Piloto de Belo Horizonte conseguiu sua quarta vitória consecutiva no Copa SP Light de Kart.

No último sábado (27) o Kartódromo Aldeia da Serra recebeu pilotos e equipes de várias regiões do país para as disputas da oitava e antepenúltima rodada da Copa São Paulo Light de Kart. As corridas, como sempre muito acirradas, foram realizadas em sistema de rodada dupla que acolheu quase 100 participantes.

Vindo de um comemorado tricampeonato na Copa Brasil de Kart, conquistado em casa no início do mês, o piloto mineiro Lucas Staico chegou muito animado para a competição que marca o início de sua despedida da categoria Júnior.

Com o suporte técnico da equipe Sabiá Racing e a atenção exclusive de seu mecânico João o piloto do kart #11 se dedicou bastante aos treinos na sexta-feira. Diante de um traçado veloz e muito técnico ele procurou fazer o possível para assimilar os detalhes o mais rápido possível e, com isso, passar a impor voltas rápidas.

A tomada de tempos foi realizada no início da manhã de sábado. Lucas, muito concentrado, fez uma volta próxima do ideal e, com isso, registrou a segunda melhor marca. Acontece, porém, que na pesagem o seu kart não atingiu o peso mínimo estabelecido por algumas gramas e, com isso, ele foi desclassificado tendo de largar, assim, da última posição do grid.

Indignado com o fato, mas, ciente de seu equipamento e sobretudo, de sua garra, o piloto foi para a pista em busca de recuperação. Em uma primeira bateria incrível ele fez grandes ultrapassagens, superou seus concorrentes um a um e, ao final das 18 voltas, recebeu a bandeirada na segunda colocação.

Na segunda bateria, largando da quarta posição devido à inversão do grid, Staico fez outra grande prova. Com três voltas completadas ele já era o primeiro colocado e, daí por diante, foi lentamente abrindo vantagem até que, ao final da prova, comemorou a vitória com mais de dois segundos à frente do restante do pelotão. Assim, pela soma dos resultados, Lucas conseguiu um total de 40 pontos no dia e subiu ao pódio em um muito comemorado primeiro lugar.

“Agradeço muito à minha equipe por ter me dado um kart tão bom. Faltou peso na tomada e, nem por isso, abaixei a cabeça. Olhei para frente e fui atrás de conseguir o meu espaço. Foi um dia difícil, com corridas no seco e no molhado. Foi sem dúvida um dia para ser lembrado por muito tempo”, comentou o piloto da Sabiá Racing.