Vencedores em 2015, primos vão defender Jack’s/Masso/SpeedCar na edição de 2018, que terá em jogo premiação inédita de R$ 150 mil.

Mais dois pilotos que compõem a relação de vencedores da Cascavel de Ouro estão confirmados na disputa da 32ª edição da corrida. Natan Sperafico e Ricardo Sperafico, que conquistaram a vitória em 2015, voltarão a atuar juntos na corrida de 18 de novembro no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em que pilotos e equipes de todo o Brasil estarão envolvidos na disputa pelos R$ 150 mil que compõem a maior premiação da história do evento.

Os primos da cidade de Toledo, campeões na corrida de três anos atrás pela Sérgio Ferrari Racing Team, desta vez vão competir pela Jack’s/Masso Alimentos/SpeedCar, como parceiros do cascavelense Lorenzo Massaro. “Fico feliz por dar continuidade a essa trajetória na Cascavel de Ouro como comecei, ao lado do Natan e agora tendo o Lorenzo como parceiro”, diz Ricardo, piloto de carreira internacional que atualmente compete na Stock Car.

As perspectivas da equipe são promissoras. “Fiquei feliz com o convite do Lorenzo, porque é uma corrida que entusiasma, muito animadora mesmo, e uma vez que você participa é difícil ficar fora. Voltamos no ano passado, com parcerias diferentes, agora estamos juntos de novo”, observa Natan. “Vamos trabalhar bastante para brigar por mais essa vitória e dividir essa cobra de ouro entre Cascavel e Toledo, coisa que nunca aconteceu”, continua Ricardo.

Massaro vai disputar sua quarta Cascavel de Ouro. Em 2015 e 2016, ao lado de Cleves Formentão, somou um abandono e um oitavo lugar. “Eu estava em quinto, me aproximando do quarto, quando uma peça de um carro se soltou e acertou o meu. Perdi rendimento, ainda consegui terminar em oitavo”, lembra o cascavelense, que no ano passado teve Paulo Salustiano como parceiro na corrida – a dupla abandonou por conta de um problema mecânico.

A Jack’s/Masso Alimentos/Speedcar inscreveu três carros na Cascavel de Ouro. Além de Massaro e dos primos Sperafico, a equipe será representada por André Marques e Wellington Cirino, pilotos da Copa Truck que vão revezar a pilotagem do VW Gol número 77, e por Paulo Salustiano e Roberval Andrade, titulares do carro número 155. Salustiano disputará a corrida pela quarta vez, enquanto Andrade, também piloto da Copa Truck, fará sua estreia.