A competição segue na sua sétima temporada e a próxima disputa será no circuito de Cascavel no Oeste paranaense, em 17 de novembro.

A Sprint Race chega na sua reta final e restam quatro corridas das 17 do calendário 2018. A penúltima e sétima etapa está marcada para os dias 16 e 17 de novembro, no Autódromo Internacional de Zilmar Beux, localizado em Cascavel (PR). Os pilotos Cassio Cortes, Caê Coelho e Luiz Arruda competem pela categoria GP e fazem belíssimas campanhas na temporada. Ainda 150 pontos estão em jogo.

Cassio Cortes, líder na categoria GP, conta com duas vitórias, um pódio em segundo lugar e cinco pódios em terceiro.  “Temos que pontuar, pontuar e pontuar. Ainda levo lastro máximo em Cascavel, e vários pilotos rápidos que vem ganhando corridas e fazendo pódios na GP ainda não estão entre os três primeiros do campeonato, e por isso seguem sem lastro algum. O objetivo é manter a liderança do campeonato em Cascavel para decidirmos na final em Interlagos em igualdade de peso mas com vantagem na pontuação”, declara o piloto gaúcho do SR #09 que soma 220 pontos na tabela de classificação.

“A temporada tem sido bastante positiva. Tivemos altos e baixos, o que é normal em um campeonato longo, com 17 corridas em 8 etapas. O importante é que quase sempre conseguimos ser consistentes, e é isso que precisamos manter para as duas rodadas finais”, analisa Cassio.

O vice líder do campeonato pela categoria GP, Caê Coelho, assegurou uma vitória e ficou em segundo em duas corridas, somando 195 pontos na tabela de classificação. ” Acredito que o desafio para a etapa de setup free será encontrar um equilíbrio, já que não podemos desconsiderar alguma chance de chuva, bem como o fato de levarmos 40kg de lastro. Está longe de ser algo simples, mas motiva ainda mais nessa batalha”, declarou o paulistano do SR #55.

“Sem dúvida tem sido meu melhor ano, tive ótimos resultados, apesar da última etapa eu realmente ter apanhado muito com o peso extra. Não tinha essa experiência e foi mais um aprendizado. Tem muitos competidores de alto nível este ano e isto me motiva ainda mais em buscar o título”, completou Caê.

Luiz Arruda, que comanda o Sprint #44, está na terceira colocação na tabela com 172 pontos e o cenário é favorável em busca do título para o piloto que faz a sua primeira temporada completa na competição. ” É meu primeiro ano na categoria e, por isso,  estou focado apenas na minha evolução.  Estar em terceiro no Campeonato é uma surpresa, e minha estratégia é tentar continuar pontuando, sem me envolver em acidentes e terminar todas as corridas como fiz até agora para que consiga fechar bem o ano. Estou me dedicando muito e neste ano aprendi muito, isso é o que motiva”, comenta o piloto de São Paulo (SP).

O piloto acumula dois segundo lugares e um terceiro lugar. “Consegui pontuar bem em todas as etapas. O Campeonato é muito disputado e equilibrado, pois todos tem chances. Agora, temos que ter foco e dedicação para continuar evoluindo. Minha maior expectativa é com 2019, por incrível que pareça, quando eu já estarei familiarizado com o carro e categoria. Dessa maneira, gostaria de realmente andar bem o ano inteiro”, concluiu Arruda.

As exibições das corridas da Sprint Race Brasil acontecem ao longo da semana seguinte a cada etapa, dentro da programação dos canais BandSports e PlayTV, além da cobertura completa no Programa Acelerados – no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados), do programa National Sports Channel (canal 26 e 18, da Vivo/São Paulo) e no programa Auto + no Bandsports.