O piloto curitibano Carlos Eduardo “Duda” Bana (Bana Pneus/Carlão Auto Peças) conquistou o 12.º lugar na primeira corrida “Copa Mercosul da Copa Truck 2018”, realizada no Autódromo Eduardo P. Cabrera, em Rivera, no Uruguai, no fim de semana (5 a 7/10). A bordo do Volvo n.º 47, com preparação da equipe Maistro Racing, Duda Bana largou da 16.ª posição do grid, foi ganhando posições com as quebras e pilotos mais lentos, até chegar à 16.º posição, onde recebeu a bandeirada final. Foi para a segunda prova para tentar pontuar novamente, mas na segunda volta pegou uma poça de óleo na pista, que o fez rodar, bater na proteção de pneus e abandonar a prova.

Duda Bana (Bana Pneus/Carlão Auto Peças) foi acertando o caminhão Volvo n.º 47 durante os treinos realizados. No primeiro treino oficial foi bem, marcando o 12.º tempo, em 1min37s910. No segundo treino livre melhorou o tempo para 1min37s853 e no terceiro treino livre marcou 1min37s239, dando pista que poderia melhorar. No treino classificatório, teve problemas no caminhão e marcou o tempo de 1min38s335, ficando com a 16.ª posição do grid de largada. Foi para a primeira corrida em busca de recuperação e fez um bom trabalho, ganhando quatro posições, mesmo com seu caminhão não tendo um bom rendimento.

Na segunda corrida, Duda Bana (Bana Pneus/Carlão Auto Peças), ganhou duas posições na largada, mas logo na segunda volta passou por uma poça de óleo na entrada de uma curva do miolo, que o fez rodar, batendo na proteção de pneus e abandonando a corrida consequentemente. Nessa segunda corrida nove caminhões abandonaram com problemas ou rodadas inesperadas. “Na segunda etapa da Copa Mercosul, acreditávamos em um melhor desempenho, mas não foi possível mais uma vez. Na primeira corrida eu até pontuei, mas uma 12.ª posição ainda é pouco pelo nosso potencial em provas de competição. Vamos tentar melhorar o caminhão para a próxima etapa em Curvelo, na decisão da Copa Sudeste, para tentar uma vaga na final da Copa Truck em dezembro, no Autódromo Internacional de Curitiba. A ideia principal já é ir desenvolvendo o caminhão para a temporada 2019, onde queremos “brigar” entre os seis primeiros, na busca de um lugar ao pódio”, declarou Duda Bana (Bana Pneus/Carlão Auto Peças).

Resultado da Corrida 1:

1.º) Roberval Andrade (Scania), 15 voltas em 25min05s216;
2.º) Felipe Giaffone (Volkswagen), a 11s202;
3.º) André Marques (Mercedes-Benz), a 22s251;
4.º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), as 23s665;
5.º) Regis Boessio (Volvo), a 29s649;
6.º) Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 47s613;
7.º) Djalma Fogaça (MAN), a 48s530;
8.º) Renato Martins (Volkswagen), a 49s248;
9.º) Fabio Fogaça (Ford), a 50s415;
10.º) Witold Ramasauskas (MAN), a 51s588;
11.º) Adalberto Jardim (Ford), a 54s350;
12.º) Duda Bana (Volvo), a 54s903;
13.º) Luiz Lopes (Volvo), a 1min04s453;
14.º) Giuliano Losacco (Iveco), a 3 voltas;
15.º) Debora Rodrigues (Volkswagen), a 3 voltas.

Melhor volta: Roberval Andrade (Scania), 1min34s751.

Resultado da Corrida 2:

1.º) Renato Martins (Volkswagen), 15 voltas em 25min21s983;
2.º) Regis Boessio (Volvo), a 2s840;
3.º) Roberval Andrade (Scania), a 3s009;
4.º) Felipe Giaffone (Volkswagen), a 7s998;
5.º) Djalma Fogaça (MAN), a 9s707;
6.º) Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 10s194;
7.º) Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 16s942;
8.º) Adalberto Jardim (Ford), a 33s525;
9.º) Luiz Lopes (Iveco), a 35s890.

Não completaram:
André Marques (Mercedes-Benz), a 9 voltas;
Duda Bana (Volvo), a 14 voltas;
Fábio Fogaça (Ford), a 15 voltas;
Witold Ramasauskas (MAN), a 15 voltas;
Giuliano Losacco (Iveco), a 15 voltas;
Debora Rodrigues (Volkswagen), a 15 voltas;
Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 15 voltas;
Beto Monteiro (Iveco), a 15 voltas;
Leandro Totti (Mercedes-Benz), não largou.

Classificação final da Copa Mercosul:

1º) Felipe Giaffone, 72 pontos; 2º) Wellington Cirino, 57; 3º) Roberval Andrade, 54; 4º) Renato Martins, 46; 5º) André Marques, 45; 6º) Regis Boessio, 41; 7º) Pedro Paulo, 33; 8º) Beto Monteiro, 30; 9º) Adalberto Jardim, 29; 10º) Danilo Dirani, 27; 11º) Witold Ramasauskas, 26; 12º) Leandro Totti, 26; 13º) Luiz Lopes, 26; 14.º) Djalma Fogaça, 24; 15º) Giuliano Losacco, 22; 16º) Fabio Fogaça, 15; 17º) Duda Bana, 15; 18º) Debora Rodrigues, 8;19º) Rodrigo Belinati, 5; e 20.º) Rogério Castro, 2 pontos. A próxima etapa da temporada 2018 acontece dia 28 de outubro em Curvelo (MG), que decide a Copa Sudeste e define os últimos três nomes para a Grande Final, marcada para 2 de dezembro em Curitiba.