Campeão do ano passado, Otazú vence a sexta corrida e torna-se o maior vencedor da Fórmula Master também em 2018.

Realizado em comemoração aos 48 anos da primeira vitória brasileira na Fórmula 1, o GP Emerson Fittipaldi de Kart foi vencido pelo piloto Alberto Otazú (Alpie Escola de Pilotagem/Instituto Desenvolve/AVSP/Imab Fechaduras/Rolley Ball). Na categoria Super Sênior a primeira colocação foi de Flávio Perillo, ex-diretor do GP Brasil de F1. A prova válida pela nona etapa do Campeonato Fórmula Master foi disputada por 29 kartistas na quinta-feira (04/10), no Kartódromo de Interlagos, zona sul de São Paulo (SP).

“Fiquei feliz com esta vitória por dois motivos. Primeiro pela importância histórica, numa prova homenageando o nosso primeiro ídolo e desbravador na Fórmula 1, e pelo fato de me tornar pelo segundo ano consecutivo o maior vencedor da Fórmula Master”, comentou o atual campeão Alberto Otazú, que subiu no degrau mais alto do pódio pela sexta vez em 2018. Emerson Fittipaldi venceu o GP dos Estados Unidos no dia 4 de outubro de 1970.

Na tomada de tempos Alberto Otazú já mostrou que seria o favorito conquistando a pole position, mas teve ao seu lado Eduardo Abrantes, o líder do campeonato, já prevendo outra grande disputa. Otazú largou bem e abriu uma boa vantagem nas três primeiras voltas, suficiente para controlar a proximidade de Abrantes, que tinha um kart extremamente rápido, estabelecendo a volta mais rápida com 1min06s102, para receber a bandeirada a 1s311 do vencedor.

“A minha receita para vencer foi a regularidade. Não cometi sequer um erro, mesmo sendo entre três a quatro décimos de segundo mais lento por volta. E na hora que encontramos os retardatários eu não perdi tempo e passei todos na primeira oportunidade. Tanto que em uma das vezes tive que subir muito em uma zebra, machuquei a minha coluna, e tiveram que me ajudar a sair do kart. Sai com dor, mas feliz com o dever cumprido”, completou o vencedor do GP Emerson Fittipaldi.

A décima e penúltima etapa da Fórmula Master será no dia 29 de novembro, novamente no Kartódromo de Interlagos.

Os dez primeiros no GP Emerson Fittipaldi foram: 1) Alberto Otazú, 16 voltas em 19min13s038; 2) Eduardo Abrantes, a 1s311; 3) Bruno de Freitas; 4) Irceu Ribeiro; 5) Augusto César Coutinho; 6) Thiago Sciammarella; 7) Peterson Henrique; 8) Fábio Cedro; 9) Enzo Sala; 10) Flávio Perillo.

Os dez primeiros na Fórmula Master depois de nove etapas são: 1) Eduardo Abrantes, 276 pontos; 2) Enzo Sala, 225; 3) Irceu Ribeiro, 224; 4) Bruno Viegas, 218; 5) Alberto Otazú, 217; 6) João Gabriel Gregório, 189; 7) Luiz Saraiva, 177; 8) Iury Bustamante, 140; 9) Maurício Pontes, 124; 10) Peterson Henrique, 105 pontos.

Os dez primeiros da categoria Super Sênior da Fórmula Master são: 1) Valdo ‘Nenê’ Gregório, 279 pontos; 2) Maurizio Sala, 267; 3) Flávio Perillo, 244; 4) Jean Carlo Szepilovski, 220; 5) Marco Rossi, 165; 6) Woon Hyung Lee, 159; 7) Miguel Sacramento, 116; 8) Marco Barni, 88; 9) Luís ‘Faísca’, 75; 10) Aratangy Mendonça, 55 pontos.