Piloto perdeu posições nas voltas finais após receber um toque e cair para 15ª colocação na Corrida do Milhão.

A badalada Corrida do Milhão, que marcou a sexta etapa da Stock Car, realizada neste domingo (05) no anel externo do Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia, teve para Diego Nunes um resultado que não condiz com seu desempenho na prova, que teve camarotes e arquibancadas lotadas, na capital do estado de Goiás.

Um incidente nas voltas finais atrapalhou o dono do carro #70, quando ocupava a sexta posição recebeu um toque na traseira, que o fez sair da pista e rodar, mesmo assim, com muita habilidade conseguiu retornar a pista e cruzar a linha de chegada na 15ª colocação. A prova que previa 40 minutos + 1 volta de duração e duas paradas obrigatórias teve de tudo. Inúmeras intervenções do safety car desde o início da corrida, devido a vários incidentes, no pior deles, que envolveu quatro carros e arremessou Cacá Bueno para fora da pista, com o carro tomando uma velocidade impressionante, Nunes teve muita habilidade para desviar de toda a confusão. Além disso, a Full Time Bassani, comandada por Eduardo Bassani, fez valer da estratégia com dois pit stops perfeitos, tanto na troca de pneus, quanto no abastecimento.

“Infelizmente, o Denis Navarro em função de um incidente com outro piloto acabou me acertando e tirando a gente da corrida. Tínhamos um carro muito rápido. Nós acertamos na estratégia, pois pelas minhas contas estávamos atrás do Marquinhos (Gomes) e seríamos sexto na corrida, que é uma recuperação gigantesca e é onde merecemos estar entre os cinco ou seis primeiros, mas é uma pena. Paciência, agora é pensar na próxima corrida e melhorar até o final do ano”, relatou o paulista patrocinado pela Harald Chocolates, Sicoob, Ceratti e Vigor.