Paraibano chegou a liderar corrida, mas imprevisto o tirou da briga pelo bicampeonato da Corrida do Milhão.

Primeiro campeão da Corrida do Milhão há dez anos, Valdeno Brito não teve a mesma sorte em 2018. Depois de problemas na classificação, quando sua equipe quis melhorar o acerto e o resultado foi o contrário, o piloto da Eisenbahn Racing Team colocou a faca no meio dos dentes e partiu de 26º disposto a engolir o pelotão.

O paraibano estava no bolo, tentando diminuir o prejuízo do sábado e se aproveitando das confusões à frente. Porém, foi um desses enroscos que o fez abandonar: ao pegar uma pedra trazida da grama por um dos carros que escaparam, Valdeno teve seu radiador furado e foi forçado a abandonar.

“O carro estava voando! Depois do erro de ontem, a gente voltou ao acerto da sexta e estava engolindo a galera. Mas aí no meio do caminho tinha uma pedra que furou o radiador e acabou minha corrida. Não ganhei o milhão mas saio satisfeito, pois o carro rendeu muito bem”, resume.