Uma iniciativa dos pilotos, aberta a todo o tipo de monoposto que atenda as exigências de segurança da FIA/CBA e com um regulamento técnico simplificado e pensado para favorecer o espetáculo. Assim pode ser resumida a Fórmula Open Minas que, depois de muito trabalho nos bastidores, terá, no próximo final de semana, no Circuito dos Cristais, em Curvelo, sua primeira atividade de pista. Um treino livre, domingo, que ajudará a preparar as máquinas e a definir detalhes da competição, com início previsto para 22 de julho, integrando o Campeonato Mineiro de Automobilismo.

A ideia é movimentar novamente o cenário dos fórmula no Brasil, que sofreu com o fim do apoio das montadoras e a escassez de campeonatos, apesar dos esforços de pilotos e equipes. Um panorama que se reflete no exterior, com um menor número de talentos brigando por espaço e o primeiro ano sem representação na Fórmula 1 desde 1969. Com vários carros parados em oficinas e galpões, à espera de uma oportunidade para voltar a ganhar a pista, a base para desenvolver o campeonato está garantida – os últimos dias foram de muitos ajustes e preparação para quem já confirmou presença. E o interesse despertado pela competição mostra que a iniciativa está no caminho certo.

Para incentivar e facilitar a participação, aspectos como pneus e combustível serão de livre escolha. Os monopostos serão divididos em quatro categorias de acordo com suas características técnicas (peso/potência, material do chassi, presença ou não de asas) de modo a garantir uma disputa equilibrada e algumas ideias estão em estudos para “embolar” a briga também na classificação geral, mesmo apesar das diferenças entre as máquinas. Tudo para garantir grids caprichados e entreter o público com pegas e ultrapassagens. O treino de domingo ajudará inclusive a definir o formato dos finais de semana, com testes de autonomia que vão definir a duração das corridas.

Calendário

ETAPAS

22/7

26/8

23/9

2/12
TREINOS COLETIVOS

27/5

14/10

11/11