Como já é público e notório, uma disputa ferrenha entre as equipes MDG Matrix e Sambaíba (durante toda a prova, ressalte-se), acabou culminando com uma das cenas mais tristes do automobilismo brasileiro.

Em plena pista, os pilotos Tuka Rocha e Rodrigo Dantas se agrediram mutuamente após Tuka ter tirado Rodrigo da pista em um toque desleal na traseira do kart de Dantas.

Em decorrência de tais fatos diversas notas de repúdio foram ventiladas na imprensa:

“A Confederação Brasileira de Automobilismo vem a público manifestar seu total repudio ao aviltante fato ocorrido durante as 500 Milhas de Kart Granja Viana. Cenas como as vistas neste último sábado, 16, desonram qualquer apaixonado por velocidade e lesam de forma contundente a imagem do nosso esporte.

Atitudes assim não podem, sob nenhuma hipótese, passar incólumes. Pelo bem da nossa modalidade, exigimos que a Liga Paulista de Automobilismo e seu tribunal tomem atitudes enérgicas contra os personagens que geraram tão inqualificável episódio.

Ainda que o evento tenha sido realizado por uma instituição independente, ou seja, não subordinada às instâncias jurídicas da CBA, nós, como entidade máxima do automobilismo, daremos todo o apoio necessário para que a LPA possa fazer justiça junto aos envolvidos. Já nesta próxima segunda, 18, enviaremos um ofício a sua diretoria solicitando que sejam aplicadas todas as medidas cabíveis.

Por fim, qualquer que seja a punição aplicada, esperamos que todos os profissionais envolvidos possam enxergar e compreender o desserviço que prestaram ao nosso esporte e que fatos como esse nunca mais voltem a ocorrer em nossas pistas”.

Waldner Bernardo “Dadai”
Presidente da Confederação Brasileira de  Automobilismo

 

“A Liga Paulista de Automobilismo vem a público manifestar repúdio aos fatos ocorridos na prova denominada “500 Milhas de Kart Granja Viana 2017”, realizada neste último dia 16 de dezembro.

Durante a prova pilotos de equipes concorrentes procederam de forma irregular e antidesportiva, culminando com cenas lamentáveis e que denigrem o esporte, a competição e a imagem dos pilotos como um todo.

Como entidade legítima, organizada e constituída formalmente para administrar provas e campeonatos, com a aprovação da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), a Liga Paulista de Automobilismo faz questão de vir a público e esclarecer que todas as medidas necessárias e ao seu alcance serão tomadas, sempre respeitado o direito à ampla defesa, ao devido processo legal e ao contraditório.

O desagradável episódio amplamente divulgado pela mídia denigre a imagem do esporte, ainda mais em um evento clássico e importante do calendário nacional. Além de seu caráter festivo, celebrando a competição e a velocidade com mais de 300 pilotos, todos federados e incluindo grandes nomes do automobilismo mundial, com passagens pela F-1, Indy etc, a 500 Milhas de Kart sempre foi um evento de confraternização entre pilotos, mote principal que foi deixado em segundo plano por alguns poucos competidores envolvidos.

Seguindo o mesmo estatuto da CBA, que por sua vez segue as mesmas normas desportivas da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), as equipes envolvidas foram desclassificadas. Depois da prova, outros procedimentos e punições poderão ser adotadas à luz dos fatos e provas, o que passa a ser competência do Tribunal de Justiça Desportiva da L.P.A.

Lamentando o ocorrido, a L.P.A. permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos”.

Marcello Hirsch – Presidente

Liga Paulista de Automobilismo

 

“A Matrix Energy Trading – maior trading independente de energia do Brasil e forte apoiadora do esporte a motor nos últimos quatro anos – vem a público manifestar seu total repúdio ao ocorrido na noite deste sábado (dia 16) nas voltas finais das 500 Milhas de Kart, realizadas no kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP).

Como patrocinadora da equipe MDG Matrix, liderada por Felipe Massa e Lucas di Grassi, gostaríamos de ressaltar que somos totalmente contrários a qualquer tipo de atitude antidesportiva e atos de agressão, como infelizmente ocorreram.

Um fato isolado, que tirou o brilho de um grande evento de confraternização e companheirismo, reunindo as principais estrelas do automobilismo nacional.

A Matrix Energy Trading acredita fortemente no apoio ao automobilismo brasileiro e seguirá investindo em projetos de desenvolvimento do esporte e na formação de carreira de jovens talentos do país.

No entanto, faz questão de destacar que jamais concordará com este tipo de atitude dentro de uma competição esportiva, ferindo o espírito de fair play“.

Diretoria Matrix Energy Trading