Na CLA, Fábio Escorpioni também tinha bom ritmo, mas erro na parada do pit stop tirou chances de pódio.

O paulista Flávio Andrade, da equipe Hot Car Racing / Bardahl, voltou ao pódio do Mercedes-Benz Challenge na categoria C250 no último domingo (dia 2) na disputa da terceira etapa da temporada no autódromo internacional de Curitiba (PR). O piloto foi o quinto colocado no geral da categoria e quarto na Master.

Na categoria CLA AMG Cup, o representante da Hot Car Fábio Escorpioni esteve entre os cinco primeiros, mas um erro do piloto no pit stop tirou as chances de brigar pelo pódio e ele terminou na 12ª colocação.

Os vencedores nas categorias foram os pilotos Fernando Júnior (CLA) e Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel (C250).

Andrade, que largou em sétimo lugar, acredita que o resultado poderia ter sido ainda melhor, mas ficou feliz com a conquista de mais um pódio, repetindo o feito das etapas anteriores em Goiânia e Santa Cruz.

“Foi muito bom. Poderia ter sido ainda melhor, mas o motor não estava rendendo, faltou um pouco na tomada também, mas deu para manter o quarto lugar. Fiz o que eu pude e no geral foi excelente. Para o campeonato também foi muito bom”, destacou o paulista da Mercedes #26, que ocupa a terceira colocação na temporada da C250 e é vice-líder na Master.

Estreando em 2017 na CLA, Escorpioni seguiu sua evolução com a Mercedes #55 e também poderia estar no pódio, mas o piloto cometeu um erro na leitura do cronômetro na saída do pit stop e deixou os boxes antes do tempo exigido pelo regulamento.

“A corrida foi muito boa, ganhamos posições na largada e o carro estava bem competitivo. Chegamos na parada dos boxes em sexto, mas acabei levando uma penalização na saída de box. Já estava em quinto e com o ritmo que estava imprimindo conseguiria até chegar em terceiro, mas foi muito bom. O mais difícil nós conseguimos que foi achar o caminho do carro. Pra próxima vai ser mais legal”, disse Escorpioni.

A quarta etapa do Mercedes Benz Challenge acontecerá no dia 6 de agosto no Velo Città, no interior de São Paulo. A pista será novidade para Andrade. “Vou treinar bastante com o simulador até lá”, contou. Já Escorpioni já conhece o traçado. “Já corri lá e a expectativa é boa. Quero brigar pelo meu primeiro pódio na CLA”, finalizou.

Confira o resultado da terceira etapa do Mercedes-Benz Challenge:
1) Fernando Júnior, CLA, 47min35s980
2) Roger Sandoval, CLA, a 1s437
3) José Vitte, a CLA, 1s839
4) Renato Braga, CLA, a 5s749
5) Pierre Ventura, CLA, a 8s603
6) Betão Fonseca, CLA, a 8s729
7) Lorenzo Varassin, CLA, a 9s219
8) Raijan Mascarello, CLA, a 12s467
9) Paulo Varassin, CLA, a 22s318
10) Fernando Amorim, CLA, a 22s703
11) Fernando Poeta, CLA, a 32s521
12) Fabio Escorpioni, CLA, a 39s147
13) Raphael Teixeira/Rodrigo Cruvinel, C 250, a 1min30s429
14) João Lemos, C 250, a 1min31s029
15) Claudio Simão, C 250, a 1min31s250
16) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, C 250, a 1 volta
17) Flavio Andrade, C 250, a 1 volta
18) Alexandre Navarro, C 250, a 1 volta
19) Cello Nunes, C 250, a 1 volta
20) Carlos Machado, C 250, a 1 volta
21) Ydenis Souza/Bruno Alvarenga, C 250, a 2 voltas
22) Danilo Pinto, CLA, a 3 voltas
23) Luiz Barcellos, C 250, a 6 voltas
24) Ciro Lobo/Fabio Peterson, C 250, a 7 voltas

Campeonato – CLA AMG Cup (Top-10)
1) Fernando Junior, 55
2) Betão Fonseca, 38
3) Lorenzo Varassin, 37
4) José Vitte, 36
5) Renato Braga, 31
6) Roger Sandoval, 28
7) Pierre Ventura, 19
8) Adriano Rabelo, 18
9) Fabio Escorpioni, 18
10) Fernando Poeta, 18

Campeonato – C 250 Cup (Top-10)
1) R. Teixeira/R. Cruvinel, 50
2) Claudio Simão, 46
3) Flavio Andrade, 36
4) André Moraes Jr., 31
5) Max Mohr, 29
6) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 29
7) João Lemos, 28
8) Alexandre Navarro, 28
9) Cello Nunes, 20
10) Y. de Souza/B. Alvarenga, 15

Campeonato – C 250 Cup Master (Top-5)
1) Claudio Simão, 52
2) Flavio Andrade, 45
3) João Lemos, 41
4) Max Mohr, 33
5) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, 32