Iniciativa de competidores paranaenses marca a passagem do cinquentenário de um dos principais circuitos do Brasil.

– Data coincide com a celebração dos 50 anos de história da AMG, braço esportivo da Mercedes-Benz

 

Um grupo de pilotos do Mercedes-Benz Challenge promoveu neste final de semana uma homenagem aos 50 anos de fundação do Autódromo Internacional de Curitiba (AIC). A ação aconteceu durante a realização da terceira etapa da temporada no circuito e contou com a participação dos paranaenses Lorenzo e Paulo Varassin, além de Raijan Mascarello. A iniciativa foi ainda mais marcante pelo fato de a marca AMG, braço esportivo da fábrica alemã, ter completado em 1º de junho seu cinquentenário – fato que vem sendo celebrado pelo grid do Mercedes-Benz Challenge durante todas as etapas.

 

A iniciativa dos pilotos contou com o plantio de 5 mudas de árvore, relacionando cada planta a uma das décadas de existência do AIC. Além disso, os modelos CLA 45 AMG utilizados pelos pilotos exibiram durante a terceira etapa adesivos com a inscrição “Parabéns Autódromo – 50 Anos” para chamar a atenção do público para a comemoração. A fundação da pista, no entanto, foi em novembro de 1967 – e não em julho. “É uma coincidência feliz o autódromo e a marca AMG estarem completando 50 anos de existência em 2017”, disse Lorenzo Varassin, piloto considerado um dos candidatos ao título deste ano. “A AMG é responsável pelo projeto dos nossos carros e o Autódromo de Curitiba é uma das pistas que mais sediou corridas da nossa categoria. Portanto, nada mais justo lembrarmos do cinquentenário de ambas quando nosso evento estivesse aqui em Curitiba, independentemente do mês”, completa.

 

“Uma praça esportiva como esta é essencial para o automobilismo brasileiro e deve ser preservada para sempre”, disse Raijan Mascarello. “Só tenho boas lembranças aqui no autódromo, como a vitória em uma prova especial de 800 quilômetros ao lado do meu filho, Victor. E, para quem é agricultor, como é o meu caso, fazer uma homenagem com o plantio de uma árvore é muito legal”, finalizou.

 

Paulo Varassin, que é piloto e pai de Lorenzo, citou a importância histórica da pista para os paranaenses: “Este autódromo é um patrimônio esportivo para os cidadãos paranaenses. Ao longo destes anos todos, ele formou grandes pilotos e viu passarem por aqui alguns dos maiores nomes do esporte mundial. É importante celebrar isso sempre”, destacou Paulo Varassin.