Curitiba será o palco da edição 2017 da prova mais importante do automobilismo nacional, que premia o vencedor em R$ 1 milhão. A partir de agora, público pode interferir na perfomance dos pilotos.

Enfim chegou o momento da mais charmosa e esperada corrida da temporada da Stock Car para pilotos e equipes. A 9ª edição da Corrida do Milhão acontece neste fim de semana (30 de junho a 02 de julho), pela primeira vez em Curitiba (PR), após já ter sido sediada no Rio de Janeiro, Interlagos e Goiânia. E se o prêmio de R$ 1 milhão de reais faz brilhar os olhos e atiça os sonhos de muitos, a pontuação da prova também é muito importante para a sequência do campeonato, que ainda está em aberto, com oito de um total de 12 etapas a serem realizadas.

Pensando nisso, Rafael Suzuki quer se aproveitar de sua experiência no circuito da capital paranaense para seguir subindo na classificação geral. Essa é uma das pistas em que o piloto da Cavaleiro Sports mais correu na Stock Car – um total de 13 provas ao longo de quatro anos -, e já teve bons resultados, então, a expectativa é grande para a conquista de um bom resultado. Por ser uma prova única, Suzuki ressalta a importância de uma boa posição de largada, para somar muitos pontos na etapa.

O piloto do carro #8 ocupa a 14ª posição na classificação geral – empatado com o 13º -, entre 30 pilotos, e está a 18 pontos do top-10, sua principal meta no campeonato.

Novidades na Stock Car:

A Corrida do Milhão terá um formato diferente das outras etapas, deixando a disputa ainda mais emocionante. Em uma corrida única, de 40 minutos mais uma volta, os pilotos serão obrigados não só a abastecerem – como acontece em todas as provas -, mas também a trocarem no mínimo dois pneus, sendo que os procedimentos não podem acontecer simultaneamente. Assim, os pit-stops serão mais longos, e podem ser determinantes na estratégia.

Outra novidade muito importante promete agitar ainda mais as corridas da Stock Car. A partir da Corrida do Milhão, o público poderá interferir diretamente na performance dos pilotos, com a inserção do Hero Push. Através de votação no site da categoria (www.stockcar.esp.br), os torcedores poderão escolher três pilotos por etapa para ganharem um botão de ultrapassagem extra – o que dá cerca de 100 cavalos a mais de potência por aproximadamente 16 segundos, algo que pode ser precioso nas disputas por posições. No Milhão e na Grande Final, serão seis pilotos beneficiados, enquanto em todas as outras etapas do ano, serão três premiados por vez.

Válidas pela 5ª etapa do ano, as atividades de pista em Curitiba tem início na sexta-feira, com o shakedown e o 1º treino livre. No sábado, após mais uma sessão de treinos, a classificação define o grid de largada, a partir das 11h, com transmissão ao vivo pelo Sportv. A Corrida do Milhão acontece no domingo, a partir das 10h30, com transmissão ao vivo pela TV Globo, dentro do Esporte Espetacular.

Rafael Suzuki:

“A Corrida do Milhão tem sempre uma atmosfera especial, e o fato de ser em Curitiba nesse ano é muito legal. É uma das pistas em que mais andei na Stock Car, além de ter um grande público nas arquibancadas em todos os anos. Como é uma corrida única, será importante conseguir uma boa posição de largada e bons pontos, pois isso fará a diferença na classificação do campeonato – já que nas outras etapas, nas rodada duplas, as chances de mais pilotos pontuarem são maiores. Estamos vindo em evolução na temporada, e essa é uma ótima oportunidade de darmos mais um passo à frente. Além disso, a novidade do Hero Push vai movimentar ainda mais a disputa, espero poder contar com a vantagem de um Push extra na corrida também”.