Paranaense conquistou ótimos resultados em quatro pistas diferentes

Dono de um belo retrospecto em suas três últimas participações, o paranaense Felipe Drugovich (Drugovich | Diesel Technic) voltou a comemorar uma vitória, desta vez em prova válida pela 4ª etapa da Copa São Paulo Granja Viana, disputada no último sábado (7). Drugovich, que vinha de uma sequência de duas vitórias e um segundo lugar, venceu a corrida da Super Cadete e conquistou cinco posições na classificação geral do campeonato.

Felipe, que uma semana atrás já vencera a 2ª etapa do Campeonato Sul-Brasileiro no Velopark (RS), começou de forma muito positiva os treinos no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). Os bons treinos se traduziram em uma pole na tomada de tempos, na volta mais rápida da corrida e na vitória de ponta a ponta na corrida.

Os 25 pontos atribuídos a ele pela vitória o fizeram saltar da 11ª para a sexta posição na tabela de classificação da Copa São Paulo. “O Felipe comprovou que está em excelente fase e já começa a conquistar suas primeiras vitórias na Super Cadete”, elogia Claudio Drugovich, tio de Felipe. “Neste sábado ele foi soberano e repetiu os desempenhos anteriores, das últimas três corridas que disputou. Apenas em duas voltas ele não foi o mais rápido na pista”, emenda.

O piloto, que reside em Maringá (PR) e é apoiado pela Drugovich e Diesel Technic, lidera o Campeonato Sul-Brasileiro depois de vencer as duas primeiras etapas e, além disso, comemorou um ótimo segundo lugar no Super Kart Brasil, quando disputou quatro baterias. Seus quatro últimos resultados – três vitórias e um segundo – foram obtidos em quatro pistas diferentes: Raceland, Interlagos, Velopark e Granja Viana.

Bom desempenho também na escola – Aluno do Colégio Marista, Felipe Drugovich enquadra-se entre os “Atletas do Marista”, aqueles que podem recuperar faltas e prestar provas em oportunidades diferentes em razão de seus compromissos esportivos.

Mesmo assim, Felipe procurar evitar faltas e vai à pista apenas nas quintas-feiras antes de cada evento. “Acabo treinando menos do que a maioria de meus concorrentes, mas acho que é necessário ter bom desempenho também na escola e não só na pista”, salienta Felipe Drugovich. “O Marista é uma ótima escola, que me proporciona educação e conhecimento primorosos, e quero retribuir o apoio mostrando ser, também, um ótimo aluno”, finaliza o piloto, que recentemente transferiu-se para a equipe comandada pelo preparador Mazinho, a MZ Racing.