Os pilotos da Velocidade na Terra fizeram adesão aoMetropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2017, por não terem programação desta modalidade no Paraná neste ano. A Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA) decidiu em reunião com os pilotos, fazer o Campeonato Terra junto com o de Asfalto em cinco etapas, com um descarte, todas disputadas no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC).

O campeonato terá o mesmo regulamento daVelocidade na Terra, com inscrições diferenciadas e pneus livres. Poderão participar pilotos que disputaram asTemporadas de 2015 e 2016 do Paranaense de Terra. A adesão na primeira etapa foi muito boa e a tendência é crescer ainda mais, já que pilotos que não participaram já se prontificaram a aderir. As categorias são Terra Marcas “A”, Terra Marcas “B” e Terra Turismo “C”.

         Na primeira etapa, realizada nos dias 8 e 9 de abril, os 15 participantes, que travaram bons “duelos” na pista do AIC, pelas melhores posições em suas categorias.   Confira a classificação por categoria, após a soma dos pontos das duas provas da primeira etapa:

         Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kovalski, 39 pontos; e 2.º) Aleksander Pereira/Bernard Chyla, 38.

         Terra Marcas “B”: 1.º) Marco Mildenberg/Thiago Brandt, 36; 2.º) Emerson Szwed, 33; 3.º) Denizard dos Santos, 25; 4.º) Jorgemar Eliseu Lorentz/Fabrício Barcelos da Silva, 23; 5.º) Wilson Kavilhuka, 21; 6.º) Norival Kavilhuka/Vinícius Metzger, 17; e 7.º) Artur Bailo Neto/Carlos Eduardo Schilipack, 3.

         Terra Turismo “C”: 1.º) Marco Adami Filho, 43; 2.º) Pablo Falquete, 30; 3.º) Marcos Tokarski/Marcelo Zen Venâncio, 18; 4.º) Nilton Silva/César Queiroz Fior, 4; e 5.º) Alberto Bandeira Neto, com 3 pontos ganhos.

         A segunda etapa do Metropolitano de Velocidade no Asfalto/Terra está marcada para os dias 6 e 7 de maio, no Autódromo Internacional de Curitiba, situado em Pinhais (PR).