Modificações serão implementadas a partir da corrida do Velopark, visando ampliar a segurança do carro

Para aumentar a segurança dos pilotos da principal categoria do automobilismo brasileiro, os carros da Stock Car apresentarão modificações a partir da etapa do Velopark, marcada para o próximo dia 15.

Serão cinco mudanças principais: a pintura da parte interna do carro com tinta resistente ao fogo, uma nova saída de ar para deixar a temperatura mais amena para os pilotos, novidades no freio (que terá discos e pastilhas maiores), uma nova entrada de ar no teto dos carros e o uso obrigatório de para-brisa com desembaçador elétrico na corrida.

As mudanças serão feitas em todos os modelos da categoria e já virão prontas da JL Racing (fabricante dos carros da Stock), como explica o engenheiro da equipe Comprafacil.com, Thiago Meneghel.

“Os carros já virão com a maioria das modificações padronizadas e poucas coisas ficarão a cargo das equipes, como a melhor maneira de posicionar uma mangueira, por exemplo. Mas as mudanças serão praticamente iguais em todos os carros, já que o intuito é aumentar a segurança, e não trazer benefícios de performance”, diz Thiago.

Segundo Zequinha Giaffone, diretor da JL, as mudanças irão acelerar o processo de evolução do carro da Stock Car. “A busca por novos elementos, sobretudo visando segurança, é uma constante no automobilismo, em todas as categorias, do kart até a F-1. Vamos sempre trabalhar em conjunto com as equipes, pilotos, CBA e Vicar para seguir nesta evolução. É um trabalho que não para nunca e vamos seguir sempre trabalhando nesta direção”, diz Giaffone.

As novas mudanças já serão usadas a partir do dia 13, durante os treinos livres para a quarta etapa da Stock Car, no Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS).