Pedro Nunes destaca experiência e entrosamento com a equipe para sua segunda temporada na categoria com a Lotus-ART
A segunda temporada da história da GP3 Series começa na próxima sexta-feira (06), quando os dois primeiros treinos do ano serão realizados no autódromo de Istambul, na Turquia. Em um grid marcado pelo equilíbrio de forças entre veteranos e novatos da categoria, o brasileiro Pedro Nunes destaca a experiência e o entrosamento com o time como um ponto a favor em seu segundo ano na classe.

Pedro, assim como o outro brasileiro confirmado para esta primeira etapa – Leonardo Cordeiro -, será um dos que farão o segundo ano na GP3. Essa experiência é vista pelos pilotos como fundamental, especialmente por se tratar de uma categoria que proíbe os treinos privados, e durante os finais de semana de prova em 2010 tinha apenas uma sessão de treino livre – que neste ano foi alterada para duas sessões antes da tomada de tempos.

“No ano passado eu não conhecia a maior parte das pistas. Então chegava no final de semana e tinha apenas um treino de meia hora para aprender a pista e acertar o carro para a tomada de tempos. Em algumas etapas, esse treino significava apenas sete ou oito voltas rápidas. Tanto que para 2011 os organizadores adicionaram um segundo treino livre na programação do final de semana”, lembra Pedro Nunes. “Por isso a experiência é muito importante na GP3. Neste ano eu chego nas pistas já conhecendo cada uma delas, então posso me dedicar desde o início do treino ao acerto do carro”, comentou o brasileiro.

A temporada 2011 da GP3 Series prevê oito rodadas, cada uma delas com duas corridas no final de semana, e todas acompanhando a fase europeia do Mundial de Fórmula 1. Pelo que se viu nos treinos de pré-temporada, a disputa por cada vitória e pelo título deve ser marcada por muito equilíbrio; e para Pedro Nunes o entrosamento entre piloto e equipe pode ser fundamental neste ponto.

“A pré-temporada mostrou que o campeonato vai ser muito equilibrado e que tudo será decidido nos detalhes”, destacou Pedro Nunes. “Nos testes era bastante comum ver mais de 20 carros andando no mesmo segundo, e menos de cinco décimos de segundo separando os dez primeiros. Nesse ponto, o fato de já conhecer o carro e ter um bom entrosamento com a equipe fará diferença”, comentou.

Pedro destacou ainda a confiança em fazer boas corridas neste final de semana de estreia do campeonato 2011. “Conseguimos coletar muitos dados e fazer diversos testes no carro durante a pré-temporada. A primeira corrida tem sempre aquele clima mais tenso de estreia e alguns pilotos mais afoitos, mas sei que a Lotus-ART tem todo o potencial para fazer um bom começo de temporada”, finalizou.

No novo formato de disputa da GP3 durante os finais de semana, a sexta-feira fica dedicada a duas sessões de treinos livres – a primeira entre 2h45 e 3h15 da manhã no horário de Brasília, e a segunda entre 10h50 e 11h20. No sábado a tomada de tempos está marcada para às 3h45 e a primeira corrida do ano, para às 11h20. No domingo a segunda corrida, preliminar do GP da Turquia de Fórmula 1, será às 4h25.

Confira o calendário da GP3 Series 2011:

08/05 – GP da Turquia (Istambul)
22/05 – GP da Espanha (Barcelona)
26/06 – GP da Europa (Valência)
10/07 – GP da Inglaterra (Silverstone)
24/07 – GP da Alemanha (Hockenheim)
31/07 – GP da Hungria (Hungaroring)
28/08 – GP da Bélgica (Spa-Francorchamps)
11/09 – GP da Itália (Monza)