Piloto do Corvette Z06R ganhou duas vezes na etapa em conjunto com a Fórmula Indy

Pedro Queirolo completou neste domingo (1) um fim de semana de sonho no Itaipava GT Brasil. Ele venceu as duas primeiras corridas de rua da história da categoria, realizadas dentro da programação da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestle, a etapa brasileira da Fórmula Indy. O piloto largou na pole position, manteve a posição no início, mas acabou superado ainda na primeira volta por Matheus Stumpf, parceiro de pilotagem de Valdeno Brito. Pedro Queirolo não deu sossego ao novo líder, adotou uma estratégia diferente de pit stop e voltou dos boxes à frente dos adversários, passando a controlar uma diferença segura para ganhar mais uma vez na pista montada na região do Anhembi.

“Eu estava chegando nele, provavelmente teríamos uma boa disputa, e quando o Matheus entrou nos boxes eu aproveitei a pista limpa para fazer duas voltas de classificação. Consegui tirar a diferença que tínhamos e voltei à frente, aí foi só administrar. O carro estava rápido e foi importante conseguir esses pontos. Agora, dá para pensar em disputar alguma coisa”, contou Pedro Queirolo, que havia ficado fora da primeira etapa em função de problemas mecânicos em Interlagos. O carro dele, modelo campeão da GT3 Europeia, faz a primeira temporada no Brasil. Com os resultados, Pedro Queirolo subiu para o terceiro lugar no campeonato, com 40 pontos.

A segunda posição na prova manteve Valdeno Brito e Matheus Stumpf na ponta, com 47. “Quando assumi o carro, voltamos sete segundos atrás do Pedro e a equipe me informou que ele seria punido por não cumprir o tempo mínimo exigido no pit stop. A cronometragem, que estava com problemas e não sabíamos, já me apontava em primeiro lugar. A partir daí optei por controlar apenas quem vinha imediatamente atrás, mas perto do final o time voltou a falar comigo para informar que a situação do Pedro não era exatamente essa e ainda era o líder. Mas de uma forma geral foi um bom resultado, porque saímos daqui na liderança do campeonato”, falou Valdeno Brito.

Os companheiros de equipe dele, Paulo Bonifácio e Juliano Moro, completaram a prova na terceira posição e agora são os vice-líderes do campeonato, com apenas cinco pontos de desvantagem em relação aos parceiros da BMG Racing. “Foi muito bom. Ontem estávamos bem, mas faltou sorte: furou o pneu na última volta, quando estávamos em terceiro. Hoje, fez falta não largar na primeira fila, ficamos um tempo preso atrás do Pedro também, mas o carro se mostrou muito bom, a coisa está melhorando para nós”, falou Boni, que perdeu contato com o então segundo colocado, Pedro Queirolo, depois de encostar de leve no muro.

A próxima etapa do Itaipava GT Brasil será disputada nos dias 21 e 22 de maio em Curitiba (PR).

O RESULTADO FINAL NO ANHEMBI
1º) 13 – Pedro Queirolo (CO, SP), 29 voltas em 51:10.512 (média de 138,75 km/h)
2º) 7 – V.Brito/M.Stumpf (FO , PB/RS), a 6.729
3º) 5 – J.Moro/P.Bonifacio (FO , RS/SP), a 29.919
4º) 19 – C.Longo/D.Serra (FE , SP/SP), a 38.623
5º) 3 – R.Derani/C.Ricci (FE , SP/RS), a 49.423
6º) 33 – B.Garfinkel/R.Mauricio (LA , SP/SP), a 1:18.533
7º) 75 – H.Assunção/R.Castropil (VI , SP/SP), a 1 volta
8º) 30 – Cleber Faria (LA , SP), a 1 volta
9º) 61 – F.Croce/D.Croce (VI , SP/SP), a 1 volta
10º) 99 – R.Ricca/R.Daniel (LA , SP/SP), a 1 volta
11º) 9 – X.Negrão/X.Negrão (AU , SP/SP), a 1 volta
12º) 20 – Wagner Ebrahim (VI , PR), a 3 voltas

CLASSIFICAÇÃO DA ITAIPAVA GT3 (APÓS 4 de 20 CORRIDAS)
1 Matheus Stumpf/Valdeno Brito (Ford GT), 47
2 Paulo Bonifácio/Juliano Moro (Ford GT), 42
3 Pedro Queirolo (Corvette Z06R), 40
4 Marcelo Hahn/Allam Khodair (Lamborghini Gallardo LP600), 38
5 Rafael Derani/Claudio Ricci (Ferrari F430), 37
6 Chico Longo/Daniel Serra (Ferrari F458), 33
7 Xandy Negrão/Xandinho Negrão (Audi R8), 32
7 Claudio Dahruj/Rodrigo Sperafico (Corvette Z06), 32 pontos
9 Cleber Faria (Lamborghini Gallardo LP560), 30
10 Vanue Faria/Renan Guerra (Lamborghini Gallardo LP560), 19
11 Bruno Garfinkel (Lamborghini Gallardo LP560), 18
12 Wagner Ebrahim (Dodge Viper Competition Coupe), 15
13 Ricardo Maurício (Lamborghini Gallardo LP560), 10
14 Walter Derani/Antonio Pizzonia (Ferrari F430), 7
14 Henrique Assunção/Ricardo Castropil (Dodge Viper Competition Coupe), 7
16 Fernando Croce (Dodge Viper Competition Coupe), 6
17 Fernando Gomes Croce (Dodge Viper Competition Coupe), 3
17 Daniel Croce (Dodge Viper Competition Coupe), 3
19 Ricardo Ricca/Rafael Daniel (Lamborghini Gallardo LP500), 1