Com os três pilotos entre os cinco melhores do campeonato, a primeira equipe brasileira a disputar a categoria norte-americana corre em Richmond, nesta quinta-feira (28), em etapa realizada junto com a Sprint Cup

O começo de temporada da X Team Racing, primeira equipe brasileira a participar da Nascar, foi muito além das expectativas. Nas duas primeiras corridas na Nascar K&N Pro Series East, o time comandado pelo experiente engenheiro Laerte Zatta e pelo empresário Geraldo Rodrigues conquistou dois segundos lugares, em Greenville Pickens Speedway, na Carolina do Sul, com Coleman Pressley; e no South Boston Speedway, no estado da Virginia, com Matt DiBenedetto. Agora, a equipe disputa nesta quinta-feira (28), em Richmond, novamente na Virginia, sua primeira prova junto com uma etapa da Spint Cup, de olho no lugar mais alto do pódio.

As duas ‘quase vitórias’ de Pressley e DiBenedetto, colocam os pilotos da X Team Racing em segundo e terceiro lugar, respectivamente, na tabela de classificação da temporada. Além disso, o time brasileiro também lidera o campeonato de estreante do ano com Alex Bowman, que ocupa a quinta colocação no geral.

Para a corrida deste fim de semana, a expectativa da X Team Racing é de fazer mais uma grande apresentação, principalmente por ser uma prova realizada no mesmo fim de semana da Sprint Cup no oval de 0,75 milha (cerca de 1.206 metros).

“Os resultados das duas primeiras provas deixaram toda a equipe muito empolgada. Estamos muito satisfeitos com o desempenho do Matt, do Coleman e do Alex. Aqui em Richmond vai ser uma nova experiência, já que vamos participar do fim de semana da Nascar Sprint Cup. A equipe foi criada com o intuito de abrirmos as portas da principal categoria norte-americana para os pilotos brasileiros. Ainda estamos lutando para conseguir um grande patrocinador para viabilizar isto e esperamos que mais uma grande apresentação da X Team Racing em Richmond, diante das empresas que acompanham a Sprint Cup, nos ajude a alcançar esta meta”, contou Geraldo.

Veja os cinco melhores classificados na tabela da Nascar K&N Pro Series East:
1. Sergio Peña (Freightliner-Toyota) – 331 pontos
2. Coleman Pressley (X Team Racing Kingsford-Toyota) – 330
3. Matt DiBenedetto (X Team Racing Gear Wrench-Toyota) – 325

4. Darrell Wallace, Jr. (U.S. Army-Toyota) – 310
5. Alex Bowman -Rookie- (X Team Racing-Toyota) – 307

OBJETIVOS
Abrir as portas do automobilismo norte-americano para o Brasil é o principal objetivo da X Team Racing, primeira equipe brasileira na história do principal campeonato do automobilismo norte-americano. A iniciativa é inédita em termos de criar meios para o acesso à tradicional categoria e nasce de uma parceria firmada entre a XYZ Live Sports – braço internacional da XYZ Live – e o engenheiro Laerte Zatta, profissional que tem passagens por divisões da Nascar como supervisor da Toyota.

Apesar do grande sucesso de pilotos brasileiros no mundo todo desde os anos 70, o Brasil nunca conseguiu ter um representante na divisão principal da Nascar, a Sprint Cup, um campeonato que rivaliza com a própria Fórmula 1 em termos de movimentação financeira. Somente em produtos licenciados, são mais de US$ 2 bilhões arrecadados anualmente.

“É um mercado extremamente protegido. Os americanos mantêm uma postura bairrista, protecionista até, o que é tradicional por aqui, mas que impede a penetração de estrelas de outros países – com raras exceções”, destaca Geraldo Rodrigues, fundador da ReUnion e que encabeça o projeto X Team Racing. “Até mesmo entre as fábricas a regra é rígida: a Toyota, principal fabricante de automóveis do mundo, levou sete anos para conseguir chegar às corridas principais da categoria”, apontou.

A equipe vai disputar a Nascar K&N Pro Series East, divisão de acesso da tradicional categoria. Segundo Geraldo, os planos são de chegar à principal série dentro de cinco anos. “A Nascar oferece um oceano de possibilidades para marcas que buscam projeção internacional”, disse o empresário. “E o bom momento do Brasil pode ser o que faltava para conseguirmos abrir mais essa fronteira para o esporte a motor nacional”, explicou.

PILOTOS
Do trio que correrá pela X Team Racing na Carolina do Sul, dois têm experiência na Nationwide Series, considerada a categoria de acesso para a Nascar Sprint Cup. Coleman, de 22 anos, disputou 12 provas do campeonato entre 2009 e 2010.

Já Matt, de apenas 19 anos, faz parte do programa de desenvolvimento de jovens pilotos da Joe Gibbs Racing – que fornece os carros para X Team Racing. O norte-americano fez sete provas da Nascar K&N Pro Series East em 2009, para depois participar de seis etapas da Nationwide Series no ano passado.

Alex é o mais jovem de todos, com 17 anos, e depois de correr na Midget, categoria de minibuggys dos EUA, estreia em uma categoria de acesso à Nascar.

SOBRE A X TEAM RACING
Com investimento da XYZ Live Sports, representada pelo empresário Geraldo Rodrigues, e do engenheiro Laerte Zatta, a X Team Racing foi fundada para abrir as portas da Nascar para pilotos do Brasil. A equipe vai disputar a K&N Pro Series East em 2011, e os planos são de chegar à categoria principal em cinco anos.

A Nascar é a principal categoria do automobilismo norte-americano e uma das principais competições esportivas dos Estados Unidos. As corridas têm arquibancadas lotadas, chegando a ser assistidas in loco por 240 mil pessoas. Na TV, são mais de 18 milhões de telespectadores por etapa.