Único brasileiro no grid, Luiz Razia faz simulação de duas corridas nesta quarta e se diz confiante para o novo campeonato

A GP2 encerrou nesta quarta-feira, no circuito de Barcelona, a última sessão de testes coletivos que antecede o início da temporada 2011, marcada para os dias 6, 7 e 8 de maio na Turquia. A bordo do carro do estreante Team AirAsia, Luiz Razia completou 73 voltas, avaliando componentes que serão usados na rodada dupla de abertura do campeonato.

Usando acertos completamente diferentes, Razia e seu parceiro, o italiano Davide Valsecchi, andaram o tempo todo entre os primeiros e não tiveram problemas mecânicos, resultado que foi exaltado pelo time júnior do Team Lotus, estreante na principal divisão de acesso à Fórmula 1. “Ambos os pilotos estão muito felizes, trabalhando bem juntos e trocando informações. O carro e o time estão afinados e isso me deixa feliz e confiante”, disse o chefe do time, Phil Spencer.

Razia partilha da mesma opinião: “Toda equipe nova tem um início difícil, com todos se conhecendo. O trabalho vem rendendo frutos além do esperado, andando sempre entre os dez em uma categoria onde o patamar é bem alto. Espero que continue assim. Hoje fizemos duas simulações de corrida, com estratégias diferentes, e colhemos muitas informações.”

Terceiro piloto do Team Lotus na F-1, o baiano de 22 anos se diz mais preparado e confiante para esta nova temporada, uma vez que acumulou bastante quilometragem também de F-1 no intervalo entre as temporadas. “Estou mais tranquilo que nos anos passados. O Team Lotus bota mais pressão, mas estou mais experiente. As coisas não são mais novas e sei o que tenho de fazer. Agora é trabalhar junto à equipe e andar o fim de semana na frente”, completa.