Tricampeão brasileiro e campeão mundial na categoria de base do automobilismo, piloto de São Paulo estreou no Itaipava GT Brasil a bordo de uma Maserati da categoria GT4

O piloto paulista João Gonçalves tem um dos melhores currículos do kartismo brasileiro. Em mais de dez anos competindo na base do automobilismo, João se destacou e colecionou títulos como o tricampeonato brasileiro da modalidade, o título mundial de motores quatro tempos conquistado em 2005 em Portugal, e, no ano passado, a conquista do principal torneio de Shifter – a categoria mais rápida da modalidade – do país.

Com toda essa experiência, João foi convidado e disputou no último final de semana (entre os dias 07 e 10 de abril) sua primeira prova de Gran Turismo. A bordo de uma Maserati Trofeo com mais de 400 cavalos de potência, João participou da etapa de abertura do Itaipava GT Brasil em Interlagos (São Paulo) formando dupla com o piloto Cae Coelho.

Estou muito feliz com a oportunidade. É a realização de um sonho, estrear no automobilismo e principalmente em um campeonato de super máquinas como o Itaipava GT. Só tenho a agradecer ao Cae Coelho e ao Marçal Mello pelo convite, e também ao TNT Energy Drink e à PlayTV que tornaram esse sonho uma realidade“, festejou o piloto.

A estreia aconteceu em um final de semana marcado pela chuva na capital paulista, que desafiou João Gonçalves a colocar em prática todo o aprendizado do kart. Na corrida de domingo, ele assumiu o volante da Maserati Trofeo no momento em que uma verdadeira tempestade caiu sobre o autódromo de Interlagos – obrigando, inclusive, a direção de prova a encerrar a corrida sob regime do Safety-Car.

Estava começando a chover quando abriu a janela para troca de pilotos e eu assumi o volante. Como não é permitido fazer a troca de pneus nessa parada no box, voltei para a pista com pneus slick bem no momento em que a chuva caiu de vez“, lembrou João. “Foi um desafio e tanto segurar o carro na pista naquelas condições, mas foi um momento em que a experiência do kart me ajudou, especialmente na parte de dosar a aceleração para não rodar no piso escorregadio“, contou.

Depois de um nono e um oitavo lugares nas duas corridas da GT4 do final de semana, João Gonçalves classificou como positiva sua estreia. “Deu tudo certo. Não cometemos erros, não batemos e nem rodamos. Isso foi o mais importante. Também conseguimos andar na frente entre as Maserati, o que me deixou muito feliz com a adaptação ao carro e à pista“, comentou Gonçalves, que a partir da terceira etapa do campeonato, deve passar a correr com uma Ginetta G50 da categoria.

O próximo desafio para a dupla João Gonçalves e Cae Coelho será no dia 01 de maio, no circuito de rua do Anhembi em São Paulo, quando o Itaipava GT Brasil fará a prova preliminar do GP brasileiro da Fórmula Indy.